CORREIO DAS ÁGUAS –

Veja todas as edições do Correio das Águas

ATIVIDADE DO  PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CAPACITAÇÃO  E MOBILIZAÇÃO SOCIAL APOIADO TECNICAMENTE PELO FONASC,  JUNTAMENTE COM PARCEIROS LOCAIS DA CIDADE DE SÃO LUÍS-MA.

 

CORREIO DAS ÁGUAS EDIÇÃO #14

Na fonte de origem
Em nosso site

CORREIO DAS ÁGUAS EDIÇÃO #13

Correio das Águas  Informativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano II – 24 de julho de 2017 Nesta edição colaboraram: redação e textos (Jéssica Cardoso, João Lucas, Pedro Henrique e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # 13
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA VAI DAR INÍCIO AO PROCESSO DE ELEIÇÃO
Comitê inicia processo de Eleição para a nova diretoria. A diretoria e a comissão base do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana – CIJBHRJ – são escolhidas através de eleição. Sim, o CIJBHRJ também ensina ao público infanto-juvenil o quanto é importante exercer esse ato de cidadania expondo suas opiniões e usando o senso crítico. Desde sua fundação, o Comitê escolhe a direção infanto-juvenil por meio de votos dos próprios alunos que fazem parte das escolas comunitárias que integram o Comitê. A primeira eleição ocorreu no dia 18 de Março de 2011 com 3 chapas concorrendo aos respectivos cargos de presidente, vice-presidente e secretário. Um processo eleitoral ocorreu em 2014, em que foi eleita uma chapa composta só de meninas e a novidade: aclamado um presidente de honra – João Lucas Oliveira. Esses membros se preparam para passar a direção do Comitê para as mãos dos próximos integrantes. O CIJBHRJ está em uma série de conversas e planejamentos sobre o regimento interno, mudanças em algumas funções, reuniões para discutir o real papel do Comitê. Agora o Comitê está recrutando o público infanto-juvenil para uma nova formação dos principais cargos para a direção. Essa ação representa a renovação de forças e esperança sob novos pontos de visa, mas com mesma força de vontade de sempre. As eleições devem acontecer ainda neste segundo semestre.
MERCÚRIO No início deste mês o Senado aprovou o texto da Convenção de Minamata sobre o Mercúrio, que se teve origem no âmbito Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), sobre os riscos do uso de mercúrio. O texto convoca os governos a elaborar um instrumento legal para o controle do uso de mercúrio visando proteger à saúde humana e também ao meio ambiente. A convenção traz uma série de medidas para conter as emissões desse metal, como a proibição de mineração primária de mercúrio e eliminação gradual das minerações que já existem, o controle da emissão do material, a redução do uso do mercúrio em uma série de produtos e processos e a promoção de medidas de controle das emissões na atmosfera, no solo e na água.Você saber mais ao ler o texto aqui.
REUNIÃO DO G20 Reunidos no dia 07 deste mês, em Hamburgo, os representantes das 20 maiores economias mundiais discutiram sobre terrorismo, o desemprego e as mudanças climáticas. Quando as questões ambientais foram abordadas, porém, foi notória, no comunicado final do encontro, a divergência entre os EUA e os demais membros de G20 e críticas à saída do país do Acordo de Paris, firmado em 2015 durante a 21ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas. O acordo foi assinado pelo ex-presidente Barak Obama, mas, no mês passado, Donald Trump, decidiu abandonar o pacto afirmando que o mesmo é desvantajoso para os interesses da economia e dos trabalhadores americanos. O EUA, então foi isolado do acordo, pois o pacto “é irreversível”, segundo o G20.
BAIXADA
A Baixada Maranhense tem quase 18 mil km². É uma imensa planície inundada no norte do estado, onde o vai e vem das águas muda a paisagem dia após dia e a natureza brota entre rios e lagos. A região representa o maior conjunto de bacias lacustres do Nordeste. Por toda essa riqueza natural, a região é fonte de vida para os moradores ribeirinhos. A Baixada pode ser considerada o ‘Pantanal Maranhense’. É uma região importante também por abranger 21 municípios no Maranhão: Anajatuba, Arari, Bela Vista do Maranhão, Cajari, Conceição do Lago-Açu, Igarapé do Meio, Matinha, Monção, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Pinheiro, Presidente Sarney, Santa Helena, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Viana e Vitória do Mearim.
COMISSÃO DA CÂMARA FEDERAL APROVA PROPOSTA DE USO DA ÁGUA DO MAR EM EQUIPAMENTOS SANITÁRIOS

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara Federal aprovou proposta que permite o uso de água do mar em equipamentos sanitários – como tanques, privadas, pias e tubulação correspondente – nas cidades litorâneas. Atualmente, a Lei de Saneamento Básico (Lei 11.445/07) só permite uso de água vinda da rede pública de saneamento básico. O texto aprovado é um substitutivo da deputada Josi Nunes (PMDB-TO) ao Projeto de Lei 7108/17, do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA). O texto original tornava obrigatório o uso de água do mar nesses equipamentos em cidades litorâneas. Tramitação – A proposta será analisada pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (inclusive quanto ao mérito). Depois, segue para o Plenário. Saiba mais O Correio das Águas é um dos frutos do trabalho do Comitê. Participe e se envolva.

ESPAÇO OPINIÃO – ABRAÇANDO O PROJETO DO COMITÊ Quem ama e se preocupa com o meio ambiente, abraça a ideia e as ações do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana. Presente em algumas escolas comunitárias da grande São Luís, o Comitê vem auxiliando as crianças na preservação e conservação do meio ambiente e dos rios, pois sabemos que é de pequeno que se aprende. Gostaria que o Comitê pudesse se fazer presente em todas as escolas, a princípio em São Luís e mais adiante em todo nosso Maranhão, influenciando na criação de novos Comitês Infanto Juvenis, levando em consideração a quantidade de Bacias Hidrográficas presentes em nosso Estado. Enquanto eu participava do seminário “Açã Jeniparana… estamos te ouvindo”, pude perceber a importância e a influência do Comitê na vida de nossas crianças, pois os discursos e as ideias dos pequenos era de nos deixar de queixos caídos.Hevylla Gomes Medeiros – é estudante do curso técnico de Meio Ambiente do IFMA – campus Maracanã.

VOCÊ SABIA QUAIS SÃO OS MALES DO MERCÚRIO PARA O MEIO AMBIENTE E ÀS PESSOAS?

A questão ambiental e o impacto da contaminação no meio ambiente estão ligados diretamente à saúde humana. Isso acontece porque, como o mercúrio é uma substância natural, atividades humanas como a mineração e o setor industrial dos produtos, citados acima, acabam deixando o metal disponível no meio ambiente, muitas vezes mudando sua concentração e permitindo a sua ligação com outros elementos químicos, formando o metil-mercúrio (o que o torna mais agressivo) e em quantidades maiores que aquele ambiente dispõe. O mercúrio é um elemento químico, que na forma líquida evapora facilmente e, assim, pode ser liberado no ar, água e solo por processos naturais ou por ação do homem. É considerado uma das substâncias mais perigosas para a saúde e para o meio ambiente. A exposição a níveis elevados pode provocar efeitos graves no ser humano, causando danos neurológicos, cardiológicos, pulmonares, renais e imunológicos. A vegetação e os animais, principalmente os peixes, também podem ser contaminados com o mercúrio. Daí a importância do controle desse metal.

Na imagem um garimpeiro manipulando mercúrio.
Um grave risco para saúde!
BRASIL PODE PERDER COMPLETAMENTE A AJUDA AMBIENTAL DO GOVERNO DA NORUEGA
O governo da Noruega, depois de reduzir em 50% o dinheiro destinado ao Brasil em 2017 para ajudar na preservação ambiental, alerta que pode simplesmente suspender qualquer repasse em 2018 ou 2019 se o país não atingir as metas de redução de desmatamento. O alerta foi feito pela primeira-ministra, Erna Solberg, depois de uma reunião no mês passado com o presidente Michel Temer (PMDB). “Se eles (brasileiros) não atingirem as metas, ele (o repasse) será reduzido ou não haverá pagamentos”, disse a chefe de governo em Oslo à agência local NTB. Segundo ela, o acordo de cooperação ambiental com o Brasil vai até 2020 e não vê motivos para renegociar os termos do contrato. “Expressei minha preocupação de que o desmatamento no Brasil uma vez mais aumentou e que existem forças no país que querem enfraquecer as leis ambientais e reduzir áreas sob proteção”, disse.

PERDAS

O jornal o Estado de São Paulo (Estadão) apurou que, dentro do governo norueguês, a possibilidade de um corte total de recursos é considerada. Mas isso dependerá das taxas de desmatamento. Para 2017, a redução deve ser de 50%. Se a situação não for revertida, o risco é de que em 2018 a suspensão completa possa já ocorrer. Por um acordo de 2008, a Noruega destinou já US$ 1,1 bilhão ao Brasil, para um fundo no BNDES. Outros US$ 500 milhões ainda seriam enviados até 2020. Em dois anos, o Brasil já perdeu R$ 196 milhões e, se o ritmo de desmatamento continuar, o dinheiro pode secar.

PROTESTOS

Da sala de onde falavam, os dois líderes podiam ver pelas janelas a manifestação que ocorria ao outro lado da rua. Com cartazes e um coro de “Fora Temer”, cerca de 40 ativistas das principais organizações não governamentais (ONGs) ambientais da Noruega denunciavam a política ambiental do governo brasileiro e o avançado da bancada ruralista no Congresso. “Vemos um constante e sistemático ataque ao meio ambiente neste governo”, disse Sonia Guajajara, que comanda a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil. Para saber mais, leia a reportagem completa em O Estadão clicando aqui.
GALERIA DE IMAGENS
No dia 13/07/2017, às 9h20min, a diretora presidente da Ecoa, Thayse Torres e a trainee Sâmia Mendes visitaram o Rio Jeniparana, acompanhadas por Thereza Cristina (Vice Coordenadora Nacional do FONASC). Nesta visita foi detectado as problemáticas prévias do corpo hídrico. A este ensejo, posteriormente, a Ecoa foi apresentada ao Instituto Educacional e Assistencial Nossa Senhora Aparecida, nas pessoas de seus gestores Aparecida Medeiros e Flávio Medeiros. A iniciativa visa fortalecer as ações do Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana. Confira!
24 DE JULHO – HOJE É DIA……Simón Bolivar e Machu Picchu O dia 24 de julho de 1783 nascia Simón Bolivar, “o libertador”, militar e político venezuelano. Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar y Palacios Ponte-Andrade y Blanco nasceu em Caracas e faleceu em Santa Marta, em 17 de dezembro de 1830. Foi o primeiro líder ilustrado a apoiar na prática a descolonização da América Latina. Junto a José de San Martín, foi uma das peças chave nas guerras de independência da América Espanhola do Império Espanhol. Após o triunfo da Monarquia Espanhola, Bolívar participou da fundação da primeira união de nações independentes na América Latina, nomeada Grã-Colômbia, da qual foi Presidente de 1819 a 1830. Simón Bolívar é considerado por alguns países da América Latina como um herói, visionário, revolucionário, e libertador. Durante seu curto tempo de vida, liderou a Bolívia, a Colômbia, Equador, Panamá, Peru e Venezuela à independência, e ajudou a lançar bases ideológicas democráticas na maioria da América Hispânica.E por falar e estarmos na América Latina, hoje, 24 de julho, no ano de 1911 foram descobertas as ruínas de Machu Picchu, no Peru, pelo arqueólogo inglês Hiram Bingham. A cidade foi construída pelos incas no alto de uma montanha em meados do século XV, nas encostas orientais da parte central da Cordilheira dos Andes. Machu Picchu é considerada uma obra-prima mundial por sua arquitetura e engenharia e virou uma das atrações turísticas mais populares do planeta. Desde 1983, o local é considerado Patrimônio Mundial da Unesco. Em julho de 2007, Machu Picchu foi eleita uma das novas maravilhas do mundo, durante uma cerimônia em Lisboa, em Portugal.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.
NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.comwww.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIA Veja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para suyanesc@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

INFORMATIVO ESPECIAL DE ANIVERSÁRIO

Correio das Águas Informativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano II – 27 de junho de 2017
Nesta edição colaboraram: redação e textos (João Lucas, Ingrid Silva e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # Especial de Aniversário
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA CELEBRA 1 ANO DO CORREIO DAS ÁGUAS
O Correio das Águas surgiu com a intenção de realizar a mesma função do nosso bem maior e principal patrimônio: a água. Assim como a água é um recurso integrador de elementos, o nosso objetivo é de unificar todos os atores sociais, através das notícias, trazendo informações relevantes sobre as questões ambientais e as ações do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana. O Correio foi idealizado para que pudéssemos expandir os nossos horizontes e fronteiras. O Correio das Águas foi pensado por jovens de várias partes do Maranhão junto aos membros do Comitê Infanto Juvenil e crianças da iniciativa Protetores Ambientais em Ação, durante uma oficina no I Fórum Estadual sobre Criação e Fortalecimento de Comitês de Bacia Hidrográficas do Maranhão, realizado em junho do ano passado em Codó-MA. E é por isso que o nosso correio eletrônico tem um significado tão grande para a equipe que o faz. É feito a partir da ajuda e contribuição de todos, engajados no compromisso de cada vez mais compartilhar essa rede do bem e ajudar a fazer do mundo um lugar mais em que a natureza e de todos os seus elementos sejam respeitados e os recursos usados de modo sustentável. Toda essa jornada está completando um ano com um saldo positivo para todos: nós, juventude, meio ambiente, sociedade em geral. O nosso papel durante todo esse tempo foi abordar os assuntos e acontecimentos mais importantes da atualidade, sob o ponto de vista de crianças, jovens e adolescentes que compõem uma geração mais sensível e respeitadora ao Meio Ambiente. E ao final desse primeiro ciclo já estamos com a sensação de dever cumprido misturado ao gostinho de “quero mais”. João Lucas de Araújo Oliveira – redator do Correio das Águas e Presidente de Honra do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana. Na foto: a equipe de redatores do Correio e membros do Comitê
+PROJETOS “É extremamente proveitoso a escola incentivar esse tipo de trabalho. Levar as crianças até o local onde o informativo é elaborado, traz empolgação para elas que querem ver e viver em um meio ambiente mais equilibrado e com pessoas cada vez mais conscientes. É bom para a escola ver o quanto as crianças estão se desenvolvendo a partir deste trabalho,conferindo a elas voz, vez e empoderamento para mudar realidades. O que queremos é elevar esse trabalho, lutar por outros projetos que irão implicar em mais conhecimento e mudanças significativas no lugar onde as crianças vivem.” – Odely Silva – Diretora-Adjunta do Educandário Betesda.
+REALIZAÇÃO O jornal Correio das Águas está completando 1 ano, trazendo para você informações sobre água e meio ambiente. Segundo os integrantes desse jornal, ele vem sido uma experiência revigorante, ampliando saberes e, claro, despertando dentro de cada um o amor pelo meio ambiente e o dever de preservar o meio em que vivemos. Durante este ano o jornal Correio das Águas vem trazendo até a sua casa informação e consciência para que você esteja cada vez mais consciente do seu papel de cidadão na sua sociedade e no seu ambiente.
Ingrid Silva – Estudante e redatora do Correio das Águas.
+SUCESSO
“O Correio das Águas está de parabéns pela bela história que tem carregado ao longo de suas 12 edições, desde o primeiro encontro há um ano com cerca de 30 jovens na Oficina “Água e Juventude” durante o I Fórum Sobre Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias do Hidrográficas do MA. É admirável a seriedade levada por seus editores e o prestígio de leitores que o Correio alcançou. No início era 30 leitores e hoje já alcança cerca de mil leitores que recebem por email. Espero que o Correio possa expandir e até mudar para o formato de revista.” Thereza Christina Pereira Castro – vice coordenadora nacional do Fonasc.CBH.
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA PARTICIPA DE SEMINÁRIO DO CONSELHO MUNICIPAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Alunos do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana participaram da apresentação na última sexta-feira, dia 23, no espaço do Odylo Costa Filho, na Praia Grande, dos resultados da iniciativa Protetores Ambientais em Ação, durante o Seminário de Apresentação de Projetos Apoiados pelo Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Foram financiados 26 projetos e repassados mais de 3 milhões de reais para as iniciativas de trabalho com crianças e adolescentes na grande São Luís. A iniciativa Protetores Ambientais participou do evento expondo todo material que foi produzido pelas crianças e adolescentes através de importantes oficinas como reaproveitamento de resíduos sólidos, descarte correto do lixo, reciclagem de materiais, dentre outros. Leia mais

O Correio das Águas é um dos frutos do trabalho do Comitê. Participe e se envolva.
PARA SABER: ÁGUA AJUDA A APRENDER MAIS Crianças com acesso a água tratada e coleta de esgoto têm mais qualidade de vida e saúde. Por isso faltam menos e passam mais tempo na sala de aula.No Nordeste, a falta de esgoto atinge mais de 80% das escolas municipais (a situação é parecida nas residências), e metade não recebe água tratada pela rede pública de abastecimento. A diferença de aproveitamento escolar entre quem tem ou não tem saneamento básico é de 18%, segundo o Instituto Trata Brasil. Alunos de Pernambuco que vivem em regiões sem saneamento estão cinco anos mais atrasados em relação aos que têm. Em São Paulo o atraso é de três anos e meio. Ligações clandestinas de água e esgoto também fazem que a contaminação chegue à torneira. No Brasil, em 2013, houve 340 mil internações por doenças associadas à falta de saneamento. São doenças como diarreia, hepatite A, esquistossomose, leptospirose, entre outros. Metade dos casos era de crianças de até 14 anos.
VOCÊ SABIA COMO SURGIU A CELEBRAÇÃO DE ANIVERSÁRIOS?
Como estamos celebrando aniversário resolvemos trazer essa curiosidade aos nossos leitores. De acordo com o livro The Lore of Birthdays (“A Sabedoria dos Aniversários”, sem tradução em português), dos antropólogos americanos Ralph e Adelin Linton, aniversários merecem comemorações desde o Egito antigo, ou seja, a moda surgiu por volta de 3000 a.C. Tanto os egípcios quanto os gregos, que adotaram o costume, restringiam as comemorações apenas a seres superiores: faraós e deuses. Com o tempo, o hábito foi se estendendo aos mortais e contaminou também os romanos, que davam o privilégio ao imperador, a sua família e aos senadores. Nos primórdios do cristianismo, o costume foi abolido por causa das suas origens pagãs. Foi só no século 4 que a Igreja começou a celebrar o nascimento de Cristo, o Natal. Daí, ressurgiu o hábito de festejar aniversários e pouco a pouco foram surgindo as peças simbólicas: o bolo, as velinhas, o “Parabéns a Você” etc.Fonte:Site Mundo Estranho
Feliz Aniversário Correio das Águas!
INCÊNDIO EM PORTUGAL: O QUE TERIA CAUSADO TAMANHA TRAGÉDIA
Neste mês de junho, um incêndio de enormes proporções matou ao menos 63 pessoas e deixou outras 135 feridas em Pedrógão Grande, no centro de Portugal. Poucas horas após seu início, as autoridades do país descartaram a possibilidade de que o incêndio teria sido criminoso e afirmaram que suas causas são naturais, fruto das chamadas “trovoadas secas”. Mas o que causa esse fenômeno?

TROVOADA SECA

Segundo o especialista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, as “trovadas secas” são “a precipitação que não consegue alcançar o chão; ela sai da nuvem, mas evapora na queda porque o ar é muito seco”. De acordo com Oliveira, as “nuvens carregadas que se formaram sobre a região central de Portugal vieram acompanhadas de cargas elétricas e foram essas descargas que justamente atingiram a mata seca e iniciaram o incêndio”. O especialista explicou que neste período, com o verão no hemisfério norte, “Portugal é seco”. Isso acontece já que a “temperatura é bastante alta” e por que os acumulados médios de chuvas em junho e julho no país são baixos, de cerca de 40 mms e 10 mms, respectivamente. Essa combinação de poucas chuvas e temperaturas elevadas faz com que a vegetação fique mais seca, o que facilita a propagação do fogo. Além disso, ventos fortes também podem fazer com que as chamas se espalhem por regiões maiores em um tempo menor.

E NO BRASIL?

Ainda segundo o especialista, esse cenário é muito semelhante ao do inverno no Brasil, principalmente nas regiões de cerrado do centro do país. “Nós temos acumulados de chuva muito baixos, temperaturas extremamente elevadas e isso deixa a vegetação muito seca e assim qualquer fagulha, qualquer descarga elétrica de uma trovoada, acaba começando um incêndio”, disse. No entanto, ele ressaltou que há duas principais diferenças entre os incêndios no Brasil e em Portugal. A primeira delas é o tipo de vegetação dos dois países. “A vegetação do Brasil central é mais baixa, rasteira, se comparada à vegetação de uma floresta de clima temperado, que é o caso de Portugal. Então as chamas não aumentam tanto” na nossa nação, explicou. Já a segunda diferença é a densidade populacional das áreas onde são registrados os maiores números de incêndios florestais. No Brasil, as regiões que sofrem com incêndios são habitadas por poucas pessoas. (ANSA)
GALERIA DE IMAGENS
Ainda sobre participação do Comitê no Seminário do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, veja alguns momentos. Confira!
27 DE JUNHO – HOJE É DIA……Nacional do Progresso No dia 27 de junho comemora-se o Dia Nacional do Progresso, data propícia para se comemorar, tendo em conta os últimos acontecimentos! Cada cidadão deve exercer suas funções, tendo conhecimento de seus direitos e deveres. Ordem e Progresso é o lema nacional da República Federativa do Brasil. Esta expressão é o lema político do Positivismo, forma abreviada do lema de autoria do positivista francês “O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim” (em francês L’amour pour principe et l’ordre pour base; le progrès pour but.). Seu sentido é a realização dos ideais republicanos: a busca de condições sociais básicas (respeito aos seres humanos, salários dignos etc.) e o melhoramento do país (em termos materiais, intelectuais e, principalmente, morais).

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.comRemover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #11

Correio das ÁguasInformativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano II – 26 de maio de 2017
Nesta edição colaboraram: redação e textos (João Lucas e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # 11
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA RECEBE PREMIAÇÃO NACIONAL EM BRASÍLIA
O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) recebeu na última quinta-feira, 11, o prêmio nacional como uma das sete melhores experiências em educação ambiental, comunicação e mobilização social, durante o V Encontro Formativo Nacional de Educação Ambiental para Gestão das Águas, evento promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), Agência Nacional de Águas (ANA) e o Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), realizado na Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC), em Brasília-DF. Esta é a segunda vez que o projeto do Comitê – de iniciativa do Fonasc.CBH em parceria com nove escolas comunitárias da grande São Luís – recebe a premiação, sendo sua prática reconhecida nacionalmente. O último prêmio foi concedido durante o XIII Encontro Interbacias e IV Encontro Formativo Nacional de Educação Ambiental para Gestão da Águas, que foi realizado em 2015, na cidade de São Pedro-SP. Para os coordenadores nacionais do Fonasc.CBH, João Clímaco e Thereza Christina Pereira Castro receber essa premiação significa que cada vez mais o projeto do Comitê Infanto Juvenil da Bacia do Rio Jeniparana se consolida como prática exitosa em educação ambiental e mobilização social, cumprindo com o dever de cidadania formando cidadãos cada vez mais conscientes e preparados para atuar na gestão dos recursos hídricos. “É com muita honra que recebemos esta premiação. Isso nos dá a certeza de que estamos caminhando no rumo certo”, afirmou Thereza Christina ao receber o prêmio.
ESTUDODe acordo com o estudo, as regiões mais secas com irrigação massiva são as mais ameaçadas. Os autores citam as Grandes Planícies americanas, a bacia do Ganges e partes da Argentina e da Austrália. Os cientistas ainda não têm dados completos sobre a estrutura geológica ou sobre a capacidade de armazenamento dos aquíferos, que permitiriam avaliar com precisão o volume de água contido em cada um destes reservatórios naturais. Estudos anteriores baseados em observações de satélite mostraram que vários dos principais aquíferos do mundo estavam perto de se esgotar. A nova abordagem, baseada em modelos de computador, mediu a estrutura dos aquíferos, o volume de bombeamento e as interações entre as águas subterrâneas com rios e lagos.
SEMANA Essa data foi instituída em 1972, na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente, que ocorrem em Estocolmo, Suécia. No Brasil, esse período foi estabelecido somente em 1981, através do decreto nº 86.028 e tem como finalidade o apoio à participação da comunidade brasileira na preservação do patrimônio natural de nosso país. A semana mundial do meio ambiente busca chamar atenção em relação à ação política dos povos e dos países para o aumento da preservação ambiental e da conscientização. A ONU (Organização das Nações Unidas) busca, nesse período, estabelecer e personalizar questões ambientais, possibilitando a cada indivíduo a percepção de sua responsabilidade e sobre se tornar um agente de mudança, apoiando formas de desenvolvimento justo e sustentável. .
RECUPERAÇÃO
A sucessão ecológica está intimamente ligada à recuperação de áreas degradadas. Ela ocorre naturalmente após um determinado ecossistema sofrer algum nível de perturbação, natural ou antrópica. Esse processo de recuperação consiste em alterações graduais, ordenadas e progressivas no ecossistema, resultante da ação contínua dos sobre os organismos e da reação desses últimos sobre o ambiente. Dependendo da intensidade do distúrbio ou da degradação, a sucessão pode ser classificada em primária ou secundária. A primária é iniciada por organismos pioneiros em local desabitado e sem a influência de organismos que o tenham habitado em época anterior. Esse processo é muito lento, uma vez que plantas e outros organismos precisam formar o solo, levando até milhares de anos.
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA CELEBRA A FORMATURA DOS PROTETORES AMBIENTAIS EM AÇÃO

As crianças e adolescentes que fazem parte da iniciativa Protetores Ambientais em Ação receberam seus certificados em uma linda solenidade de formatura, realizada no dia 28 de abril, na igreja Padre João Calábria, na Cidade Operária. A ação marcou o encerramento das atividades do Protetores Ambientais em Ação. O projeto trabalhou durante 1 ano, com recursos vindos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, com estudantes de oito escolas comunitárias da região da Cidade Olímpica, totalizando 180 meninos e meninas. Com o título de “Protetor Ambiental” as crianças agora estão aptas a serem agentes multiplicadores dos conceitos de educação ambiental.

O Correio das Águas é um dos frutos do trabalho do Comitê. Participe e se envolva.
PARA SABER: CABELO E PELO DE ANIMAIS CAUSAM ENTUPIMENTOS NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTO Uma pesquisa feita em duas estações do estado de São Paulo mostrou que mais de 50% dos detritos sólidos retidos nas grades por onde passa a água são formados por cabelos, fiapos e pelos de animais como cachorro e gato. Também são encontrados fibras de tapetes, de vassouras e de escovas, plástico, preservativos e cápsulas usadas para armazenar drogas.Jogadas no ralo ou na privada, essas fibras representam metade do lixo que para nas grades de retenção das estações e causam panes.As estações de tratamento são importantes para que a água que usamos não seja devolvida sem o devido cuidado aos rios e mares – fontes de onde muitos tiram água para beber e cozinhar. Os brasileiros produzem diariamente 8,4 bilhões de litros de esgoto, mas nem metade disso é tratado antes de ser devolvido ao ambiente. Jogue fios de cabelo, pelos e resto de varrição – assim como qualquer tipo de detrito – no lixo. Também não jogue pelo ralo ou pela privada: óleo de cozinha usado, solventes, lubrificantes e tintas que não sejam à base de água. Eles podem ser levados a pontos de coleta especiais.
VOCÊ SABIA QUE O AQUECIMENTO GLOBAL MUDA A CHUVA DE LUGAR?
Falar em mudança pode soar distante e até chato, mas ela está acontecendo. Inclusive no Brasil.O aumento da temperatura do planeta, causado pela emissão de gases nocivos à atmosfera, vai tornar os climas mais extremos: onde é árido, ficará mais seco, e onde chove bastante, a chuva será ainda mais intensa.A redução de chuvas vai deixar o Nordeste mais seco e árido, o que torna a agricultura mais difícil. A Embrapa já está desenvolvendo variedades de café, arroz e feijão mais resistentes à falta de umidade.Enchentes e deslizamentos de terra no Sul e Sudeste do País se tornarão mais frequentes.O aquecimento global é causado pela atividade humana. A boa notícia é que também odemos atenuar seus impactos.
Precisamos cuidar bem das águas
MEIO AMBIENTE NA PAUTA DA VISITA DE TRUMP AO PAPA FRANCISCO
O Papa Francisco pediu ao presidente dos Estado Unidos, que seja um pacificador, em seu muito aguardado primeiro encontro, e Trump prometeu que não esquecerá a mensagem do papa. Os dois conversaram em particular por aproximadamente 30 minutos, com ajuda de tradutores.

PROMESSAS

“É o meu desejo que você se torne uma oliveira para construir a paz”, disse o papa, falando em espanhol. Trump respondeu: “Nós podemos usar a paz”. Francisco também deu a Trump uma cópia assinada de sua mensagem de paz de 2017 cujo título é “A não-violência: estilo de uma política para a paz”, e uma cópia de sua encíclica de 2015 sobre a necessidade de se proteger o meio ambiente dos efeitos das mudanças climáticas. “Irei ler”, disse Trump. No momento em que Trump e o papa se despediram na porta do escritório, o presidente disse ao pontífice: “Obrigado. Não esquecerei o que o senhor disse”.

PRESENTES

Sob um céu azul, Trump, que trocou farpas com o papa durante a campanha eleitoral dos Estados Unidos no ano passado, recebeu uma homenagem da Guarda Suíça em um pátio do Vaticano. O papa Francisco sorriu ligeiramente enquanto recebia Trump do lado de fora de seu escritório e não foi tão sociável quanto costuma ser quando recebe chefes de Estado. Trump, parecendo calmo, disse ser “uma grande honra”. Francisco ofereceu ao presidente norte-americano uma pequena escultura de uma oliveira e disse, por meio do tradutor, que o objeto simboliza a paz.
GALERIA DE IMAGENS
Ainda sobre água e cultura vamos compartilhar neste espaço algumas imagens do carnaval carioca que trouxeram para avenida o tema do meio ambiente e dos recursos hídricos. Confira!
26 DE MAIO – HOJE É DIA……da coroação do último Czar russo, Nicolau IIHoje, 26 de maio, o czar Nicolau II e a sua mulher Alexandra Feodorovna foram coroados na catedral ortodoxa da Assunção, ao lado do Kremlin. Durante a longa cerimónia, Nicolau recebeu o ceptro e o colar da Ordem de Santo André. O colar caiu ao chão. Os místicos da corte interpretaram este incidente como um mau presságio. A Revolução de Fevereiro de 1917 obrigaria o czar a abdicar. A família imperial seria executada em Julho de 1918..

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.comRemover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #08

Correio das Águas
Informativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA.
Ano II – 06 de março de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Júlia, João Lucas, e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # 08
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
ÁGUA E CULTURA: COM O ENREDO “QUEM NUNCA SENTIU O CORPO ARREPIAR AO VER ESSE RIO PASSAR” A PORTELA FOI A CAMPEÃ DO CARNAVAL NO RJ
O Carnaval de 2017 trouxe muitas surpresas e novidades. Dentre elas estão os enredos das escolas de samba do Rio Janeiro, que neste ano privilegiaram os temas voltados ao meio ambiente e aos recursos hídricos. A escola campeã, Portela, desfilou na Marquês de Sapucaí com o enredo “Quem nunca sentiu o corpo arrepiar ao ver esse rio passar…”, que abordava a importância das águas de rios doces do mundo, destacando o rompimento da Barragem de Fundão no distrito de Bento Rodrigues em Minas Gerais que, além de matar e desabrigar centenas de pessoas, ocasionou a morte do Rio Doce, perda da biodiversidade aquática por uma longa extensão (chegando ao Espírito Santo), estrangulando a economia local e supostamente alimentando o surto de febre amarela. O referido desastre foi representado por um carro alegórico denominado “Um Rio que era Doce”. Outras escolas como a Imperatriz Leopoldinense, que desfilou dando um grito pela justiça com os índios e pela preservação da natureza e a São Clemente que retratou a corrupção e suas consequências para o meio ambiente foram exemplos da preocupação em abordar tais temas, fazendo com que a cultura também deixe seu recado, fazendo alerta para preservação de nossos patrimônios e recursos naturais.
EXEMPLONa Escola Estadual João Alves Batista em Araguaína, norte do Tocantins, a água que sai do ar-condicionado não vai mais para o ralo. Agora, ela é reutilizada para a limpeza dos banheiros, das salas de aula e também para regar a horta e o jardim. A ideia foi desenvolvida pelos próprios servidores através do Projeto Sustentabilidade. O objetivo é reaproveitar pelo menos 900 litros de água por dia. O projeto funciona de uma maneira simples, mas o objetivo é grandioso: valorizar um bem indispensável para a humanidade. Ao todo, são seis tambores, com capacidade para armazenar 150 litros. Inclusive, eles também são reciclados.
MARTE Análogos artificiais de meteoritos de Marte mostram que suas rochas não podiam se formar sem a presença de água na superfície do planeta. Os cientistas da Universidade de Nevada anunciaram sua descoberta num artigo publicado na revista Nature Communications, esperando mudar nossa compreensão sobre as reservas de água em Marte.Oliver Tschauner e seus colegas mostraram evidências que a água em Marte podia existir em grandes quantidades. Para isto, examinaram e tentaram reproduzir várias propriedades de meteoritos de Marte encontrados na Terra durante os últimos séculos.
HOMENAGEM
O Dia Internacional da Mulher ou Dia da Mulher é comemorado anualmente em 8 de março, e não é considerado um feriado nacional.O Dia da Mulher é a celebração das conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres ao longo dos anos, sendo adotado pela Organização das Nações Unidas e, consequentemente, por diversos países.O Dia da Mulher é muitas vezes marcado por presentes simbólicos, como flores, em especial rosas, poemas ou frases, por exemplo. E, nós, do Correio das Águas prestamos a todas as mulheres a nossa homenagem e o nosso carinho. Parabéns!
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA DO RIO JENIPARANA CELEBRA MAIS UM ANO

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia do Rio Jeniparana foi criado em 2011 visando proteger o meio ambiente e em especial restaurar e preservar o rio Jeniparana. Em 2017 celebramos 6 anos de muito trabalho e de conquistas. Tudo começou no dia 18 de março de 2011, quando ocorreu o processo eleitoral para formação do Comitê com três chapas concorrendo aos cargos de presidente, vice-presidente, secretário e membros das comissões. Os candidatos eleitos foram empossados no dia 22 de março de 2011. O projeto foi concebido na perspectiva de desenvolver todos os trabalhos na bacia hidrográfica do rio Jeniparana, em parcerias com as escolas comunitárias, com o objetivo de chamar a atenção para a valorização da localidade e permitir uma abordagem integrada dos seus aspectos sociais e naturais, das interrelações sociedade-natureza e da totalidade do ambiente. Conheça agora as ações do CIJBHRJ ao longo destes 6 anos. Principais Ações Em 2011 um dos primeiros frutos do trabalho do Comitê foi a conquistar a empresa de limpeza pública (LIMPEL) a incluir em sua rota de coleta de lixo a rua do Colégio Nossa Senhora da Conceição. O CIJBHRJ saiu às ruas para convocar a população a limpar e preservar o rio Jeniparana, em uma grande campanha de mobilização. Em 2012 o Comitê é convidado a conhecer outras crianças que também estão preocupadas com as águas do seu rio: o Rio Bacanga. O Comitê apresenta seu trabalho às crianças e a todos aqueles que participaram do 6º. Coroado de Natal e levaram de presente de natal para seus companheirinhos do Bacanga cerca de 150 brinquedos confeccionados por eles mesmos. Todos feitos de material reciclável. Em 2013 o Comitê participa das etapas regional e estadual da IV Conferência Infanto Juvenil de Meio Ambiente A Conferencia tinha como tema principal Escolas Sustentáveis e 04 subtemas: ar, terra, água e fogo. Foi um momento ímpar: pela 1ª vez as Escolas Comunitárias participam do processo das Conferências Nacionais. Em 2014 acontecem novas eleições e o Comitê é renovado.

Em 2015 o Comitê recebe o prêmio de Melhores Práticas em Educação Ambiental para Recursos Hídricos durante 0 XIII Diálogo Interbacias em SP. Ainda neste ano, o Comitê traz para São Luís a etapa da Conferência Nacional de Juventude e Meio Ambiente, que ocorreu na Assembleia de Legislativa.

Em 2016, o Comitê expande suas ações e passa a envolver crianças a partir dos 5 anos, através do projeto Protetores Ambientais em Ação, que recebe apoio do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.2017 será um ano de avançar ainda mais. Colabore conosco.

O Correio das Águas é um dos frutos do trabalho do Comitê. Participe e se envolva.
PARA SABER: 5 CURIOSIDADES SOBRE OS ANIMAIS Saiba agora 5 curiosidades sobre animais que você provavelmente não sabia!1- Coalas têm impressões digitais quase iguais a do ser humano.2- A audição dos cachorros é 10 vezes melhor do que a do ser humano.3- Os pandas habitam os bosques de bambu do oeste da China e do Himalaia. Eles se alimentam dos brotos do bambu.4- Os gatos se lambem para tirar os pelos mortos, cujo cheiro pode ser sentido de longe pelas presas.5- A Orca (baleia-assassina) na verdade é um tipo de golfinho.
VOCÊ SABIA?
A alface é originária do leste do Mediterrâneo e utilizada na alimentação desde 500 a.C. A alface se apresenta em vários tipos de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas.A folha contém as vitaminas A e C e minerais como cálcio e ferro. A vitamina A auxilia no funcionamento dos órgãos da visão e é boa para a pele. A vitamina C atua contra infecções, auxilia no processo de cicatrização, evita a fragilidade dos ossos e má-formação dos dentes. Funciona ainda como calmante e combate a insônia. A folha também é utilizada também em aplicações tópicas de cataplasmas quentes em casos de inchaço e inflamações. A alface é formada por 94% de água que equivale a quase um copo cheio.
Precisamos cuidar bem das águas e assim teremos alfaces
8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA NO BRASIL
O Fórum Mundial da Água é o maior evento global sobre o tema. São esperados em Brasília 30 mil representantes de mais de 100 países, para discutir temas relacionados aos recursos hídricos e promover a maior conscientização coletiva a respeito dos temas ligados a água.Com o tema compartilhando água, o Fórum ocorre pela primeira vez no hemisfério Sul.
O 8º Fórum Mundial da Água está marcado para acontecer entre os dias 18 e 23 de março de 2018.

CONCEITO

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o Fórum é uma oportunidade de discussão em nível mundial e uma contribuição para estabelecer compromissos políticos e incentivar ações em todos os setores da sociedade.O evento é um espaço aberto a todos os setores da sociedade e recebe empresas públicas e privadas, universidades, centros de pesquisa, representantes de governos locais, estaduais e nacionais, legisladores, organismos nacionais e internacionais, membros de Comitês de Bacia Hidrográfica, ONGs e demais organizações da sociedade civil.

EVENTO PREPARATÓRIO

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA) foi uma das principais protagonistas na formulação e na defesa da proposta que trouxe o 8º Fórum para Brasília. A Adasa e o Governo do DF, juntamente com órgãos do governo federal, além de parceiros da iniciativa privada, estão à frente da realização deste grande evento. Durante os dias 27 e 28 de junho de 2017 os participantes debaterão os temas fixos propostos pelo Conselho Mundial da Água e poderão sugerir novos temas e plataformas para o evento de 2018.
GALERIA DE IMAGENS
Ainda sobre água e cultura vamos compartilhar neste espaço algumas imagens do carnaval carioca que trouxeram para avenida o tema do meio ambiente e dos recursos hídricos. Confira!
06 DE MARÇO – HOJE É DIA……do gênio renascentistaHoje, 06 de março nascia em Caprese, na Itália, em 1475, o mestre do Renascimento Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni, mais conhecido simplesmente como Michelangelo. Ele foi um pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente. Ele morreu em 18 de fevereiro de 1564, em Roma, na Itália. “Pietá”, “O Juízo Final”, “Moisés” e “A Criação de Adão”, O “Teto da Capela Sistina” são algumas das obras que eternizaram o artista.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para deputadoalexandrealmeida@al.ma.gov.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #07

Correio das ÁguasInformativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA.Ano I – 21 de dezembro de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Júlia, Ana Flávya, Dalila Ariadny, João Lucas, Jéssica Cardoso, Lorena Lohane, Patrícia Tinoco, Pedro Henrique e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # 07
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
RETROSPECTIVA DO COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JENIPARANA
Chegando ao fim de mais um ano, de muito trabalho e conquistas, o Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) colheu os frutos do que foi plantado ao decorrer 2016. Dentro desses 12 meses realizamos e participamos de muitas ações em prol de uma sociedade mais atenta e sensível às causas ambientais e sociais. Dentro delas houveram parcerias e compromissos firmados para uma maior abrangência na transmissão de nossos ideais e no alcance de um maior número de pessoas. Destaca-se a seguir as principais atividades do CIJBHRJ: • Participação do CIJBHRJ na Semana de Formação Pedagógica; • Lançamento do Projeto “Protetores Ambientais em Ação”; • Participação do CIJBHRJ no I Fórum Sobre Criação e Fortalecimento de Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão, Codó-MA; • Criação do Informativo eletrônico ‘Correio das Águas’; • Visita a APA do Itapiriracó; • Gincana Ambiental; • Semana Ecológica no Shopping do Passeio; • Oficina de produção de horta suspensa em parceria com os alunos do 5º período em de Engenharia Ambiental de uma faculdade particular de São Luís; • Visita monitorada ao Rio Jeniparana; • Desfile Cívico • Integração com as crianças dos Protetores Ambientais; • Visita ao veleiro da Marinha do Brasil, o Cisne Branco; • Participação do CIJBHRJ na 10º FELIS; • Encontro com João Clímaco – Coordenador do FONASC.CBH;
INDUSTRIALO presidente eleito dos EUA, indicou Scott Pruitt, para liderar a Agência de Protecão Ambiental (EPA, na sigla em inglês) durante seu governo. Pruitt é conhecido como grande cético, contrário ao aquecimento global e aliado das indústrias petroleiras americana.Um ano depois de o presidente Obama ter aprovado medidas históricas com o objetivo de obrigar a indústria norte-americana a reduzir as emissões tóxicas, um de seus principais opositores poderá, agora, contribuir para acabar com elas. Ao lado de outros 27 Estados, Pruitt entrou na Justiça contra a Lei do Ar Limpo, que constitui o eixo das regulamentações de Obama contra a mudança climática. Muitos grupos ambientalistas, como Sierra Club e outros simpatizantes, compararam a escolha de Pruitt como “colocar um incendiário para combater os incêndios”.
PLANETA Pesquisadores alemães e norte-americanos detectaram água gelada nas regiões do planeta-anão Ceres, que é o maior corpo celeste da cintura de asteroides do Sistema Solar e está localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter.A presença de água, sob a forma de vapor, foi detectada, pela 1ª vez em 2014, e confirmada, em março de 2015, pela sonda Dawn, na órbita do planeta. Desde então, os cientistas têm estudado as zonas de Ceres onde a luz do Sol nunca chega de modo direto, em busca de água em estado sólido. A equipe detectou mais de 600 crateras nas zonas em penumbra perpétua, das quais dez tinham pontos brilhantes. Um estudo espectroscópico – que identifica o tipo de moléculas num material a partir do seu espetro eletromagnético – confirmou que se trata de água gelada.
APROPRIAÇÃO
Se, por um lado, os recursos naturais ocorrem e distribuem-se segundo uma combinação de processos naturais, por outro, sua apropriação ocorre segundo valores humanos. Além da demanda, da ocorrência e de meios técnicos, a apropriação dos recursos naturais pode depender também de questões geopolíticas, sobretudo, quando se caracterizam como estratégicos, envolvendo disputa entre povos.Estes assuntos são estudados em disciplinas de alguns cursos como Engenharia ambiental ou de Tecnólogo em gestão ambiental. Devido aos grandes problemas que envolvem o saneamento básico e os recursos hídricos, muitas disciplinas dos cursos de gestão ambiental são comuns aos Cursos de Engenharia sanitária, Engenharia hidráulica e Geografia. Estas são carreiras do futuro.
CORREIO DAS ÁGUAS – DESEJANDO A TODOS UM FELIZ NATAL E UM FELIZ 2017

A imagem ressalta bem o que queremos: dar um bom salto para 2017. Tivemos muitos desafios, que com fôlego de atleta, fomos superando e colecionando vitórias, conquistas importantes. Nesse final de ano, nós do Correio das Águas, desejamos à todos os nossos leitores um feliz natal e próspero ano novo.Que nesse novo ano sejamos mais corajosos para que possamos alcançar nossos objetivos e fazer nossos sonhos realidade. Dando cada vez mais saltos ousados para avançarmos em nossos projetos.

O Correio das Águas entra em recesso e só retorna em 25 de janeiro.
PARA SABER: 5 PROBLEMAS CAUSADOS PELA FALTA DE ÁGUA Dizem que somos o que comemos, mas acho mais apropriado falar que somos o que bebemos. Nosso corpo é composto de 60% de água e, sem ela, não haveria vida. Além de manter o volume e a pressão do sangue, ela preenche as células, carrega nutrientes, elimina toxinas, regula a temperatura, lubrifica as juntas e muito mais. Beber menos água do que o necessário pode trazer uma série de problemas, separamos os 5 mais recorrentes.Pele ressecada – As rugas se acentuam e aparecem cravos e espinhas, já que as toxinas do organismo não são eliminadas adequadamente.Intestino preso- As fezes ficam mais secas e endurecidas, dificultando sua eliminação.Tontura e desmaio- A pressão cai em decorrência da redução do volume de sangue em circulação.Boca seca- As mucosas, de modo geral, tornam-se secas e mais frágeis. Ocorrem sangramentos no nariz e os olhos ficam vermelhos. A produção de saliva também diminui.Pedras nos rins – Não se pode afirmar que o surgimento de pedras nos rins ocorra exclusivamente porque se bebe pouco líquido. Deve-se levar em conta a predisposição genética e a alimentação. Mas é fato que, para prevenir crises renais, beber bastante água é fundamental.
VOCÊ SABE COMO PLANTAS E ANIMAIS REUTILIZAM A ÁGUA?
Você sabia que a reutilização da água não é feita só por seres humanos, mas também por animais e plantas? No caso dos animais, o camelo é um bom exemplo. Ele armazena a água em seus dois estômagos e pode passar vários dias usando apenas essa água. No caso das plantas, o cacto é o maior exemplo. O cacto armazena a água dentro de si, sendo que essa água ele pode usá-la para se hidratar mais de uma vez.
Precisamos cuidar bem das águas.
ÁGUA: RECURSO RENOVÁVEL OU NÃO?
A água, comumente, é classificada como um recurso natural renovável. Literaturas sobre o tema são muitas. Entretanto, algumas ressalvas, muitas vezes, deixam de ser feitas. A questão aqui é se tais ressalvas, em alguns casos, podem “mudar” essa classificação. Nos últimos anos, as questões ambientais ganharam lugar de destaque em todas as esferas de estudo e discussão. Alternativas de manejo e de uso racional dos recursos naturais passaram a ter prioridade, assim como a conservação e a recuperação das áreas destruídas.Sabemos que dois terços do planeta Terra é formado por água e que somente 0,008% desse total é potável (própria para o consumo). Além disso, grande parte da água dos rios, lagos e represas está sendo contaminada e poluída pela ação do homem. Assim, pode faltar, num futuro próximo, água para o consumo de grande parte da população mundial.

CONCEITO

Os recursos naturais são determinados elementos da natureza que serão transformados em bens para atender às necessidades das pessoas. Um recurso renovável é aquele que, normalmente, não se esgota fácil devido à rápida velocidade de renovação e capacidade de manutenção. As energias solar e geotérmica são exemplos de recursos naturais renovavéis.

MUDANÇAS CLÍMATICAS

As mudanças climáticas globais também vêm sendo frequentemente citadas como responsáveis por mudanças na distribuição do recurso água mundo a fora. Locais antes com abundantes reservas hídricas estão enfrentando, atualmente, significativa redução das mesmas, como a seca, enquanto outros não acostumados com intensos índices pluviométricos, hoje os enfrentam.
GALERIA DE IMAGENS
Na última edição do Correio das Águas os membros do Comitê, as crianças do Protetores e a equipe do Fonasc se confraternizaram, encerrando as atividades de 2016. Além de fazerem o último informativo do ano, todos participaram de uma palestra com o engenheiro de pesca, Otávio Melo. Aqui alguns momentos desta celebração.
21 DE DEZEMBRO – HOJE É DIA……do AtletaHoje, 21 de dezembro, celebra-se o Dia do Atleta. A palavra atleta vem do grego e significa uma pessoa que pratica esportes, ou que tem capacidade física (como força, resistência ou agilidade) acima da média. Praticar esporte é uma fonte de benefícios não só para a saúde física, como para a saúde mental. Quem pratica esporte em uma boa relação com seu corpo, reconhece seus limites e sabe como superá-los.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para dep.carlinhosflorencio@al.ma.gov.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #06

Correio das ÁguasInformativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA.Ano I – 25 de novembro de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Júlia, Ana Flávya, João Lucas, Pedro Henrique e Thayná Fonseca); edição (Suyane Scanssette). # 06
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
MEMBROS DO COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JENIPARANA PARTICIPAM DA FEIRA DO LIVRO DE SÃO LUÍS
Os membros do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) participaram de uma roda de conversa na 10ª Felis – Feira do Livro de São Luís, na tarde da última sexta-feira, no espaço juventude. Com o tema “Juventude em tempos de crise”, os integrantes do CIJBHRJ mostraram como administram a “crise” de conscientizar a comunidade sobre a importância de preservar e revitalizar as águas do rio Jeniparana. Jéssica Cardoso, João Lucas Oliveira e Pedro Henrique Cardoso, respectivamente vice-presidente, presidente de honra e secretário de mobilização falaram da trajetória premiada do Comitê relatando as ações de cinco anos de trabalho. Os juvenis do Comitê puderam interagir com outros grupos de jovens que militam em outras áreas como etnia, gênero, e política pública para a juventude. Participaram ainda da roda de conversa o Clube de Desbravadores da Igreja Adventista de Monte Castelo, Conselho Municipal da Juventude e alunos de escolas públicas e particulares de São Luís.
SALVE O RIO TOA campanha Salve o Rio Tocantins, será lançada, em dezembro, em Imperatriz. A ação deve reunir a sociedade civil, representantes do poder público e outros para recuperar o Rio no trecho maranhense. “Este é um movimento da sociedade civil e do governo. Tivemos a presença do secretário de recursos hídricos Jair Viana, no evento em Carolina, representando o ministro Sarney Filho e o ICMBIO. Tivemos o apoio do IBAMA e do IFMA”, disse o chefe do Parque Nacional da Chapada das Mesas, Deijacy Rêgo.
PANFLETOS Com o lema “baixo impacto ambiental/alto impacto sensorial”, o designer Fred Gelli aproveitou as folhas secas, caídas aos montes pelas ruas, para desenvolver uma nova forma de mídia, de um novo lugar para comunicação de informações!!! O melhor é que as folhas são “impressas” à laser e não recebem nenhum tipo de tinta e quando a pessoa termina de ler, pode devolver a folha-panfleto para natureza, que esta fará o processo de decomposição!!!! Mais ecologicamente correto que isso, impossível!!!!
LIVRO
 No dia 11 de novembro, na 10º edição da Feira do Livro de São Luís, representantes do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana estiveram presente no lançamento do livro “Pelos Caminhos da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial: condições e contradições de uma época. O livro foi organizado por Dilercyr Aragão Adler, filha de ex-combatente na guerra. Os membros do Comitê tiveram a oportunidade de conhecer o presidente da Força Expedicionária Brasileira, Anselmo Alves.
CORREIO DAS ÁGUAS – RECEBE A VISITA DO COORDENADOR NACIONAL DO FONASC.CBH

De passagem por São Luís para cumprir uma agenda local, o coordenador nacional do Fonasc.CBH, João Clímaco conheceu como fazemos a edição do Correio das Águas. Na oportunidade, o presidente de honra do Comitê Infanto Juvenil da Bacia do Rio Jeniparana aproveitou para trocar uma idéias em um bate papo que envolveu temas como engajamento nos recursos hídricos, projetos ambientais e até sobre as ocupações em escolas e campus universitários.

E assim é feito o nosso informativo. Com a sua participação.Confira a entrevista na íntegra no site do Fonasc.CBH.
PARA SABER: JORNAL QUE VIRA PLANTAVocê já imaginou quantas toneladas de papel de jornais são descartadas no mundo todo? Isso gera um impacto ambiental gigantesco se ele não tiver o destino correto. Pensando neste impacto que o jornal ‘The Mainichi’, do Japão, fez com que seus periódicos se transformassem em uma planta. O material é totalmente reciclado e impresso com uma tinta 100% vegetal. Durante a fabricação, sementes de plantas são compactadas no papel e, depois da leitura, basta colocar as páginas em vasos e regar com frequência. Após algum tempo uma nova planta crescerá e todo o processo poderá recomeçar. Legal, né?
VOCÊ SABIA QUE O AQUÍFERO ALTER DO CHÃO PODE SER O MAIOR EM VOLUME DE ÁGUA DO PAÍS?
O Aquífero está localizado sob os estados do Pará, Amapá e Amazonas. Abastece a totalidade de Santarém e quase a totalidade de Manaus através de poços profundos. Dados iniciais revelam que sua área é de 437,5 mil Km² com espessura de 545metros. Pesquisadores da Universidade Federal do Pará e da Universidade Federal do Ceará desenvolveram estudos que podem revelar que o aquífero pode ser maior que o calculado inicialmente, passando inclusive a ser maior que o Aquífero Guarani. Com 86 mil quilômetros cúbicos, o aquífero poderia ser suficiente para abastecer em aproximadamente 100 vezes a população mundial. O Alter do Chão teoricamente ocuparia uma pequena área em extensão mas um grande volume cúbico, reservando aproximadamente 86 mil quilômetros cúbicos de água contra apenas 45 mil quilômetros cúbicos do Aquífero Guarani.
Precisamos cuidar bem das águas.
CLEAN UP THE WORLD: DIA MUNDIAL DE LIMPEZA DAS PRAIAS E RIOS EM SÃO LUÍS
Projeto voltado para limpeza das praias e rios, uma ação integrada mundialmente e em São Luis do Maranhão foi promovido pelo Instituto de Cidadania Empresarial do Maranhão, em parceria com a Associação de Surfista d´Água (ASBOA), Laboratório de Biologia Vegetal e Marinha da Universidade Estadual do Maranhão (LBVM), Laboratório de Manguezais da Universidade Federal do Maranhão (LAMA), Greenpeace, Engajamundo, Fórum Mundial de Juventudes de São Luis (FMJ) e por fim o apoio da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA).

EM SÃO LUÍS

Foram cerca de 250 voluntários que coletaram 450kg de lixo na orla marítima de São Luís, na baía de São Marcos. O objetivo era despertar nos freqüentadores da praia para os cuidados com o descarte dos resíduos sólidos deixados na areia e no mar, pois São Luís é uma região costeira e com isso parte do lixo acaba desaguando nos mares e, consequentemente, afetando a vida marinha. Além disso, o descarte incorreto do lixo é uma problemática que afeta a saúde pública, uma vez que parte da alimentação da população vem da pesca de peixes e marisco.

+ NÚMEROS

São Luís registrou o maior número de voluntários do país nos 10 anos da Campanha Clean Up The World, de acordo com balanço parcial dos organizadores. Contou com participação de cerca de 2.500 pessoas dentre elas alunos de engenharia ambiental e sanitária, de oceanografia, biólogos e adolescentes de escolas municipais. Toda a ação do Clean Up The Woeld foi feita em um sábado das 09hs às 12hs, cujos voluntários percorreram a pé cerca de 4.500m, entre o Círculo Militar, na Praia do Calhau, e a Praça do Pescador, na praia de São Marcos.
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos da integração do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana durante programação voltada exclusivamente para juventude, na 10ª Feira do Livro de São Luís (10ª Felis).
25 DE NOVEMBRO – HOJE É DIA……Nacional do Doador de SangueHoje, 25 de novembro, celebra-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. Uma única doação pode ajudar até três pessoas. O grande desafio é mostrar para as pessoas que a doação é um processo seguro e rápido e algo que a maioria pode fazer. Para ser um doador é preciso estar com peso mínimo de 50 quilos e ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de idade devem estar acompanhados pelos pais ou responsáveis. O candidato deve estar descansado, não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e não estar em jejum. Atualmente, no Brasil, existem 32 hemocentros. A data foi instituída para homenagear aquelas pessoas que cedem alguns minutos do seu tempo para serem doares voluntários.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #5

Correio das Águas   Informativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano I – 24 de outubro de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Júlia, Ingrid Silva, João Lucas); edição (Suyane Scanssette). # 05
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JENIPARANA FAZ INTEGRAÇÃO COM O PROJETO PROTETORES AMBIENTAIS EM AÇÃO
O projeto Protetores Ambientais em Ação, criado pelo Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniarana (CIJBHRJ) em maio deste ano, tem o objetivo de atender diretamente a 180 crianças das escolas comunitárias e mais de 700 crianças de forma indireta, transformando cada menino e menina um agente multiplicador dos conceitos de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. O projeto representa um novo momento do Comitê, de crescimento e de fortalecimento. Com isso, neste mês de outubro, os membros do Comitê estão fazendo a integração de si mesmos com os protetores ambientais, cujo objetivo é preparar as crianças inseridas no Protetores a serem capacitadas para assumir a direção do CIJBHRJ. Durante todo esse mês os integrantes do CIJBHRJ estão indo até as respectivas esolas participantes levando palestras e informações, além de trabalhar um tema da atualidade que são as queimadas. A escolha do tema foi quanto ao número exorbitante de queimadas no Estado do Maranhão, com apontamento de grandes de focos de incêndio em toda a sua extensão territorial. Além do tema, o CIJBHRJ vi levar para sala de aula dinâmicas, debates, questionários, redações e intervenções artísticas.
PROJETO Há três anos, um projeto internacional busca incentivar o uso racional da água e formar uma nova geração de pessoas que possam tratar o meio ambiente com mais carinho e respeito em Santarém, no oeste do Pará. O “Escola d’Água – Gotas de saberes, rios de mudanças”, foi criado em 2014 e está presente em 34 escolas da rede municipal de ensino na região de várzea, às margens dos rios Amazonas e Tapajós e no planalto. A ideia é fazer com que as crianças sejam protagonistas de sua história e levá-las a uma reflexão crítica sobre seu papel em relação ao ambiente, cuidando da sua casa, da sua escola, da comunidade e dos rios próximos. Veja a reportagem
MENOS CONSUMO A atitude do consumidor na hora de comprar pode fazer muita diferença para o meio ambiente e para o futuro do planeta. É necessário levar em conta bem mais do que o preço, a qualidade e a marca do produto. É preciso avaliar as consequências de cada escolha para evitar o esgotamento dos recursos da natureza, que são limitados e difíceis de repor. Água, combustíveis fósseis, madeira, tudo isso pode acabar um dia se não houver um consumo consciente. Medidas simples como escovar os dentes com a torneira fechada, reduzir a impressão de papéis ou abolir o uso do carro em pequenas distâncias contribuem para a garantia de um mundo mais equilibrado com menos desperdício. Veja mais
PROTOCOLO
Os 197 países integrantes do Protocolo de Montreal, reunidos em Kigali, Ruanda, aprovaram, no último sábado (15) deste mês, emenda que contribuirá para reduzir o aquecimento global. O acordo vinculante (com força de lei entre as partes) prevê a redução de 80 a 85% sobre as respectivas linhas de base de cada país, em escala mundial, da produção e consumo dos Hidrofluorcarbonetos (HFCs). As substâncias, usadas em sistemas de refrigeração, têm potencial de aquecimento maior que mil vezes o do dióxido de carbono (CO2). Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a redução de HFCs do acordo pode evitar até 0,5°C de aquecimento global. Saiba mais
CORREIO DAS ÁGUAS – COMITÊ INFANTO JUVENIL VISITA O VELEIRO CISNE BRANCO

No último dia 16 de outubro, o navio Cisne Branco esteve atracado em São Luís, no Porto do Itaqui, com visitação grátis aberta ao público. A recepção era feita pela própria tripulação onde, estavam expondo roupas, lembranças e adereços com a temática do próprio navio. Dos membros do Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana estavam presentes o presidente de honra, João Lucas, o secretário de articulação, Pedro Henrique, a vice-coordenadora nacional do Fonasc.CBH, Thereza Cristina e a educadora Judith Castro. O Cisne Branco (U-20) é um navio veleiro da Marinha do Brasil, que exerce funções diplomáticas e de relações públicas. A sua missão é a de representar o Brasil em eventos náuticos nacionais e internacionais, divulgar a mentalidade marítima na sociedade civil e preservar as tradições navais.

E assim é feito o nosso informativo. Com a sua participação.
PARA SABER: JOGOS SOBRE A ÁGUA Jogos diferentes e divertidos que além de lúdicos são ferramentas importantes que nos ajudam a aprender sobre os recursos hídricos e de como preservá-los. Para isso vamos deixar sugestões de jogos para você. O primeiro deles é o “Água em jogo”, que foi desenvolvido pela Agência Nacional de Águas e simula os impactos das ações do homem sobre os recursos hídricos de um bacia hidrográfica. O desafio lançado é garantir que água em quantidade e qualidade sejam distribuídas de maneira adequada, afim de atender as necessidades das áreas residenciais, industriais, comerciais e rurais, além disso, garantir o abastecimento para as futuras gerações. “Recurso hídrico” é a água. Simples assim! Jogue aqui O outro jogo, aliás vários joguinhos, estão no site da companhia de água e saneamento do estado de São Paulo, a Sabesp. Através da página Clubinho Sabesp, muitos jogos estão disponíveis e estes unem a brincadeira com conhecimento. Acesse aqui para jogar Para outro jogo sobre a água acesse.
VOCÊ SABIA? COMO SURGIU A ÁGUA
Os cientistas afirmam que segundo o ponto de vista científico a água surgiu através da composição química presente em um cometa que colidiu com a terra quando ela ainda estava em formação. Para os cristãos, a água surgiu como está relatado no livro do Gênesis, no capítulo 1, que diz que Deus é o Criador de todas as coisas.
Precisamos cuidar bem das águas.
QUEIMADAS: ALERTA GERAL PARA O MARANHÃO E A FLORESTA AMAZÔNICA
Incêndios em áreas de vegetação ainda castigam cidades do Maranhão. Entre 11 e 12 de outubro, 806 focos de queimadas foram registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Este ano, o Maranhão já registrou 17.809 casos de incêndios,o que o torna o estado brasileiro com maior quantidade de queimadas com 2.474 casos registrados em outubro. Dentre as 5 cidades com maior números de queimadas no Maranhão estão: Amarante do Maranhão (92 focos), Arame (57 focos), Mirador (41 focos), Barra do Corda (35 focos) e Balsas (30 focos). Confira material atualizado pela Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão.

+ INCÊNDIOS

De 2010 a 2015, o Maranhão registrou 135.162 incêndios (17.809 focos em 2015). O número é o maior já registrado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que registra os dados via satélite há 17 anos. Em todo o ano passado, foram contabilizados 25.719 casos. O recorde continua sendo de outubro de 2005, quando ocorreram 11.244 incêndios. A quantidade é quase cinco vezes maior que a máxima registrada em outubro de 2015, com 6.423 focos. Em 2014, foram 5.812 ocorrências de incêndio no mesmo período. Veja mais no G1

FLORESTA

Estamos entrando em um período de consequências graves com o desmatamento da floresta amazônica e as queimadas, que limpam grandes áreas para preparar o lugar para cultivo da soja e outras culturas. Não podemos ficar de braços cruzados diante desta realidade. Quando destruímos a floresta os bichos ficam desabrigados e muitas das vezes buscam refúgio nas cidades mais próximas de seu antigo abrigo, sendo assim ficam expostos a vários perigos. Acesse o vídeo produzido pelo Greenpeace que irá mecher com a sua realidade. Acesse aqui o vídeo
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos da integração do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana com as crianças do Protetores Ambientais em Ação.
24 DE OUTUBRO – HOJE É DIA…… da Organização das Nações Unidas Em 24 de outubro, celebra-se o Dia da ONU – Organização das Nações Unidas –, em referência à data de sua fundação, que ocorreu no ano de 1945 em substituição à antiga Liga das Nações — extinta em razão da emergência da Segunda Guerra Mundial. Após o término desse conflito, foi assinada a Carta das Nações Unidas em 26 de junho do referido ano, o que deu origem à ONU, cujo funcionamento entrou em vigor, então, no dia 24 de outubro, data que, portanto, marca o seu aniversário.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOS Estamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

 INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #4

Correio das ÁguasInformativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA.Ano I – 24 de setembro de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Flávya, Ingrid Silva, João Lucas, Pedro Henrique); edição (Suyane Scanssette). # 04
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JENIPARANA REALIZA REUNIÃO GERAL
O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) convocou seus membros e as escolas comunitárias para uma Reunião Geral, que aconteceu no Instituto Manaaim, no último sábado, dia 17 de setembro.Durante a reunião foi apresentada uma pauta, onde assuntos importantes a respeito do Comitê, deveriam ser retomados. Estavam presentes na reunião: Jéssica Cardoso, vice-presidente do Comitê; João Lucas presidente de honra do Comitê; Pedro Henrique, secretário de articulação do Comitê; alunos do Protetores Ambientais; thereza Christina Pereira Castro, vice-coordenadora nacional do Fonasc.CBH e gestores das escolas participantes do CIJBHRJ.Foram apresentados o plano de ação, os novos integrantes do Protetores Ambientais e a nova assessora do Comitê, Tássia Ribeiro. O ponto culminante da reunião foi o encaminhamento oficial da pauta que foi elaborada exclusivamente pelos integrantes do Comitê, Jéssica Cardoso, João Lucas e Pedro Henrique, trazendo assuntos que são relevantes para as ações do CIJBHRJ ainda em 2016.Nessa pauta estavam destacados pontos como a atual situação do Rio Jeniparana, a eleição para a nova direção do Comitê 2017-2020, a participação da juventude, o destino das parcerias do CIJBHRJ e a situação do próprio Comitê. Nessa última foi cobrada a participação mais ativa da direção atualmente eleita.
CRIMEA seca está muito grave no Centro-Oeste. E fica ainda pior porque tem gente roubando água que deveria abastecer as cidades. Donos de chácaras fazem barragens irregulares e há até desvios no leito de rios.A Secretaria de Meio Ambiente do Estado de Goiás disse que vai verificar se há retirada ilegal de água do córrego Lages onde a companhia de saneamento encontrou desvios. A delegacia do Meio Ambiente também disse que está investigando os casos de desvio de água. Se constatados os desvios de água dos leitos dos rios e córregos, os responsáveis irão responder na justiça por crimes contra o meio ambiente.
PRIVATIZAÇÃOA sanha privatista do governo instalado após o golpe de Estado, em curso, atinge um dos segmentos mais estratégicos para o crescimento do país, segundo revelou um alto funcionário da Agência Nacional de Águas (ANA), em condição de anonimato, à reportagem do Correio do Brasil. O Aquífero Guarani, reserva de água doce com mais de 1,2 milhão de km², deverá constar na lista de bens públicos privatizáveis, à exemplo das reservas de petróleo no pré-sal e da estatal federal de energia, Eletrobras. As negociações com os principais conglomerados transnacionais do setor, entre elas a Nestlé e a Coca-Cola, seguem “a passos largos”. Leia mais
INVENÇÃO
Seja na sua casa ou no carro, o funcionamento do ar-condicionado gera água. É a umidade do ar que se condensa na serpentina do ar-condicionado e, no caso dos automóveis, é canalizada até cair no asfalto. Isso até dois funcionários da Ford darem um destino mais nobre para essa água desperdiçada. Doug Martin e John Rollinger, que criaram um sistema que recolhe a água condensada no ar-condicionado dos carros, filtra e depois bombeia ela para uma espécie de bebedouro dentro do carro. No caso do protótipo criado pela Ford, o dispenser fica estratégicamente posicionado ao lado do porta-copos do console central. Saiba mais
CORREIO DAS ÁGUAS RECOMENDA: TOP 10 DE FILMES SOBRE ESCASSEZ DE ÁGUA

Numa época em que os recursos naturais estão cada vez mais escassos, e que os grandes centros comerciais brasileiros já começam a sofrer com a falta d’água, isso nos faz lembrar da nossa responsabilidade perante a saúde do nosso planeta. Demonstrando estar ciente desta necessidade, o cinema já vem se antecipando e através de uma série de trabalhos tenta mostrar o quão catastrófico é o impacto da falta deste recurso natural. Aproveitando o alerta, vamos apresentar alguns dos bons filmes que levantam questões sobre a escassez de água. Veja o TOP 10

E assim é feito o nosso informativo. Com dicas e também com sua participação. Se você tiver um vídeo ou foto de poluição, queimadas, lixo, etc manda que publicaremos na próxima edição do Correio das Águas
PARA SABER: “OS DIAS” DA ÁRVOREA celebração do Dia da Árvore é comemorada em 21 de setembro, data que precede o início da primavera. No entanto, a árvore tem duas datas diferentes para comemoração. Você sabia disso? Você sabe por que isso ocorre?No Norte e Nordeste do Brasil, através do Decreto presidencial 55.795, de 24 de fevereiro de 1965, ficou instituito a “Festa Anual das Árvores”, em razão das diferentes características fisiográfico-climáticas do Brasil. Essa celebração ocorre na última semana do mês de março. Para o restante do País, a data é 21 de setembro.
CURIOSIDADES HÍDRICAS – TOP 10
1 -A água é o solvente mais utilizado no mundo e é empregada nas atividades domésticas, agrícolas e industriais;2 -A superfície da terra tem 1.386 milhões de quilômetros cúbicos de água;3 -O Brasil tem 13,7% de toda água doce do planeta;4 -80% da água doce no Brasil está na bacia Amazônica;5 -Uma molécula de água permanece nos oceanos durante 98 anos;6 -A água é a única substância que pode ser encontrada nos três estados: sólido, líquido e gasoso.7 -70% da água da terra é salgada e está nos oceanos;8 -Aproximadamente 75% do corpo humano é composto por água;9 -O ser humano consome apenas 10% da água do planeta;10 - Para se produzir um carro, a indústria gasta 400.000 litros de água.
Precisamos cuidar bem das águas.
COMITÊ É DESTAQUE EM REPORTAGEM DA TV BRASIL
No último dia 15 de setembro, a emissora de televisão da Rede Brasil (antiga TVE), entrevistou membros do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrógráfica do Rio Jeniparana, para conhecer melhor o projeto do Comitê que nasceu este ano e tem apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA): Protetores Ambientais em Ação.

+ PROJETO

Os entrevistados falaram um pouco da história do Comitê e sobre o projeto Protetores Ambientais em Ação, ação que é desenvolvida pelo Comitê visando levar essa sensibilização ambiental para crianças em idade de alfabetização (05 à 08 anos). Outro objetivo é preparar as crianças para assumir os trabalhos do Comitê.

OFICINA SOBRE HORTA

A reportagem mostrou as crianças trabalhando a oficina “Construindo Horta Suspensa”, onde a partir de garrafas pet, terra preta e barbante puderam montar uma horta no Instituto Nossa Senhora Aparecida, escola que faz parte do Comitê. O dever de casa das crianças é replicar essa experiência em seus lares e na comunidade.
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos do Desfile Cívico “Olimpiando 2016″, na Cidade Olímpica
24 DE SETEMBRO – HOJE É DIA……da morte de D. Pedro INo dia 24 de setembro de 1834 morria, em Lisboa, D. Pedro I, primeiro fundador e primeiro monarca do Império do Brasil. Pedro I morreu de tuberculose, poucos meses após ele e os liberais obterem a vitória. Ele morreu no palácio de Queluz, no mesmo quarto e na mesma cama onde nascera 35 anos antes.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 


INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #3

Correio das ÁguasInformativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano I – 24 de agosto de 2016
Nesta edição colaboraram: redação e textos (Ana Flávia, Gleyce Oyama, Ingrid Silva, João Lucas, Pedro Henrique); edição (Suyane Scanssette). # 03
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
GINCANA AMBIENTAL MARCA O FIM DAS FÉRIAS DOS PROTETORES AMBIENTAIS EM AÇÃO
Para fechar com chave de ouro o período de férias, no dia 30 de julho, os alunos integrantes do projeto Protetores Ambientais em Ação participaram de uma Gincana Ambiental. Mais de 50 crianças e adolescentes, das 8 escolas que integram o projeto do Protetores Ambientais em Ação estiveram participando das diversas atividades da gincana que foram propostas por professores e educadores.Durante a gincana, teve de tudo. Foi desfile de fantasias de material reciclado, conhecimento da fauna e flora do Maranhão, paródias e bateria de perguntas sobre conhecimento ambiental foram algumas das tarefas a serem cumpridas pelas equipes.No final, as três primeiras equipes com maior pontuação receberam trófeus e medalhas e o detalhe que é a premiação foi totalmente ecológica, feita a partir de garrafa pet.
SIMPÓSIOMantendo a tradição de estimular a produção e divulgar o conhecimento técnico-científico, a Associação Brasileira de Recursos Hídricos – ABRH realizará o XIII Simpósio de Recursos Hídricos do Nordeste, em parceria com o Governo do Estado de Sergipe e outras instituições públicas e privadas, no período de 08 a 11 de novembro de 2016, na cidade de Aracaju – SE. O Simpósio será realizado através de mesas redondas, conferências e apresentação de trabalhos técnicos, de forma oral e painel.
PREMIAÇÃONa edição de 2016, o Google Science Fair recebeu inscrições de jovens de mais de 107 países. O objetivo do projeto é estimular jovens com idades entre 13 e 18 anos a criar soluções inovadoras por meio da ciência, da matemática e da engenharia para resolver problemas de recursos naturais. Entre os finalistas da competição, dois brasileiros: os jovens João e Letícia de 15 e 18 anos, respectivamente. Eles desenvolveram o projeto sementes mágicas, que utiliza as sementes de moringa como filtro de água.
PARABÉNSNeste mês de agosto, vamos celebrar mais uma aniversariante. Quem apagou velinhas este mês, no dia 21, foi a nossa colaboradora Ingrid Silva.
Parabéns, Ingrid! E muito sucesso a você.
Essa é a primeira vez que Ingrid colabora com a edição do Correio. Ela é aluna do Instituto Maranhense Educandário Betesda, instituição que faz parte do Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana. Ela e amiga Dalila fazem parte da Comissão de Comunicação do Comitê. Logo, fazer o Correio das Águas será fácil.
CORREIO DAS ÁGUAS FAZ UM TRISTE FLAGRANTE

Equipe do Correio das Águas ao passar pela Estrada da Mata, no bairro Jardim Tropical, na altura da ponte sobre o Rio Jeniparana flagrou o carroceiro (destaque) colocando todo o lixo de sua carroça na enconsta do Rio. O sujeito não se intimidou com as fotos e nem com as pessoas que trafegavam na região, reclamando de sua atitude nada ambientalmente correta. O Comitê pretende reunir com a Secretaria de Meio Ambiente de São José de Ribamar para que se faça uma limpeza nas margens do rio.

E assim é feito o nosso informativo. Se você tiver um vídeo ou foto de poluição, queimadas, lixo, etc manda que publicaremos na próxima edição do Correio das Águas
PARA SABER: OCUPAÇÕES IRREGULARESA ocupação irregular do solo urbano e o crescimento desordenado das cidades são os problemas urbanos contemporâneos. O crescimento populacional das grandes metrópoles, aliado à falta de uma política habitacional eficaz, provoca uma preocupante situação de uso e ocupação do solo, que é agravado, sobretudo, pela constante retirada de mata ciliar, ameaçando a presença da população local em áreas de encostas sujeitas à erosão, assoreamento, enchentes e inundações. Desse modo, áreas urbanas que deveriam estar protegidas em virtude de serem classificadas como áreas de proteção permanente são ocupadas e que acarretam, por exemplo, após fortes chuvas, na ocorrência de acidentes com perdas de vidas humanas.Os bairros Cidade Olímpica e Coroadinho, em São Luís, são exemplos de ocupação irregular. Fortes chuvas na área provocam inundações (áreas próximas ao Rio Jeniparana na Cidade Olímpica e bairros adjacentes) e deslizamento de barreiras, morros e encostas (no bairro do Coroadinho e adjacências, como ilustra a imagem ao lado). Outros problemas recorrentes pela falta de planejamento das cidades estão: a falta de tratamento da rede de esgoto, que acaba contaminando rios e nascentes e o acúmulo de lixo que entope galerias, bueiros e traz alagamentos por todos os lados durante as chuvas.
VOCÊ SABE O QUE É A PEGADA HIDROLÓGICA?A água que não vemos, mas que é usada em tudo que é produzido, é chamada de pegada hidrológica, e precisa ser levada em conta para se fazer melhor uso desse recurso.Água invisível é tudo aquilo que a cadeia produtiva dos alimentos exige. E é muito mais água do que você imagina. Para cada quilo de carne bovina são gastos 15 mil litros de água, desde o plantio do alimento para o gado até a limpeza de seus dejetos. Seguindo a mesma lógica, gasta-se: A indústria consome 20% da água disponível para produzir vários objetos. Vejamos: – Calça jeans 11.000 litros – Um carro 400.000 litros – Barra de chocolate 1.700 litros – Pó para uma xícara de café 140 litros – Um quilo de ovos 3.000 litros
Precisamos cuidar bem das águas.
BRASIL VAI SEDIAR FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA
Brasília se prepara para receber o maior evento global sobre água: o 8° Fórum Mundial da Água entre 18 a 23 de março de 2018, quando são esperados cerca de 30.000 representantes de mais de cem países para discutir temas relacionados aos recursos hídricos e promover a maior conscientização coletiva a respeito dos temas ligados a água. Com o tema Compartilhando Água, o Fórum ocorre pela primeira vez no hemisfério Sul. O Fórum Mundial da Água contribui para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global, visando o uso racional e sustentável deste recurso. Por sua abrangência política, técnica e institucional, o Fórum tem como uma de suas características principais a participação aberta e democrática de um amplo conjunto de atores de diferentes setores, traduzindo-se em um evento de grande relevância na agenda internacional.

+ FÓRUM

O Fórum é organizado a cada três anos pelo Conselho Mundial da Água e pelo país e cidade anfitriã. Ao todo, já ocorreram sete edições, as quais foram distribuídas estrategicamente em países de diferentes continentes. Essa distribuição busca representar as diferentes temáticas de usos e de gestão do recurso água.Em 2014, a candidatura do Brasil foi selecionada, e Brasília foi escolhida como cidade-sede do evento. Desse modo, o Brasil sediará, em 2018, a 8ª edição do Fórum, e o evento ocorrerá pela primeira vez no hemisfério sul. O Brasil aguarda com expectativa os debates do Fórum.

LANÇAMENTO DO FÓRUM

O primeiro evento de preparação do Fórum aberto ao público aconteceU nos dias 27 e 28 de junho de 2016 no Centro de Convenções Ulisses Guimarães em Brasília. O evento promete lançar Brasília e o Continente Sul-Americano em um novo nível de discussões a respeito da importância e responsabilidades referentes à água no mundo. Com visibilidade e abrangência ampla e irrestrita, além da extensa interlocução com os diversos setores da sociedade nacional e internacional, o Kick Off Meeting pretende reunir 500 pessoas para iniciar as atividades do Fórum.
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos da Gincana Ambiental dos Protetores Ambientais em Ação.
24 DE AGOSTO – HOJE É DIA……da morte do Presidente Getúlio Vargas O ano era 1954. Por volta das 8h30min, se mata com um tiro no peito, o presidente Getúlio Vargas, em seu quarto no Palácio do Catete, sede do governo federal na então capital Rio de Janeiro. Vargas, o presidente que ficou mais de 15 anos no poder, suicidou-se em meio a uma crise política. A Era Vargas foi marcada pela ditadura e pela organização dos direitos trabalhistas, muitos deles em vigor até hoje. Alguns foram ampliados, mas pouca gente sabe disso.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOSEstamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

  INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS #2

Correio das Águas Informativo Jovem Mensal do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana em parceria com os jovens que participaram do I Fórum Estadual sobre a Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão que aconteceu em Codó-MA. Ano I – 24 de julho de 2016
# 02
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DO RIO JENIPARANA VISITA A ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DO ITAPIRACÓ
A visita técnica que os integrantes do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) realizaram nas dependências da Área de Proteção Ambiental – APA do Itapiracó, na manhã desta sexta-feira, dia 15, foi uma verdadeira aula ao ar livre sobre a preservação de ecossistemas, seja terrestre ou aquático. O Comitê Infanto Juvenil desenvolveu com a visita mais uma etapa de seu projeto “Protetores Ambientais em Ação”. As crianças de 5 a 8 anos realizaram atividades lúdicas com os integrantes do Instituto Amares de Pesquisa e Proteção de Ecossistemas Aquáticos. Já os adolescentes participaram de uma trilha ecológica guiada pelo tenente Holanda do Batalhão de Policiamento Ambiental, onde conheceram plantas nativas e se informaram de espécies da fauna que são comuns dentro da APA, como o bicho preguiça. Saiba mais sobre a visita
MOBILIZAÇÃO Um milhão e meio de assinaturas de cidadãos e cidadãs de sete países europeus conseguiram frustrar os planos da União Europeia que pretendia legislar sobre a liberalização do abastecimento de água, que seriam alterados para dar satisfação à grandes empresas, ou seja o maior bem público, a água, seria privatizada. Que possamos seguir este exemplo de mobilização dos europeus para salvar as águas brasileiras.
FALA PEDRO O membro do Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana, Pedro Cardoso, participou no início deste mês de uma oficina na Escola Educando, que tratou de apresentar as ações e a história do Comitê, aos alunos que fazem parte do Projeto Protetores Ambiantais em Ação. “Senti-me na responsabilidade de passar conhecimento aos demais alunos. Espero que elas amadureçam e participem do Comitê”, disse Pedro.
PARABÉNS Neste mês de férias, também é tempo de celebrar. E quem apagou velinhas este mês foram a presidente e a vice presidente do Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana, respectivamente Vithoria Cantanhede (dia 12) e Jéssica Cardoso (dia 19). Parabéns meninas e muito sucesso a vocês. Na foto, ao lado das presidentes, está o João Lucas Oliveira, presidente de honra do Comitê Infanto Juvenil.
PENSANDO O CORREIO DAS ÁGUAS

Equipe elaborando a segunda edição do Correio das Águas: informativo jovem do Comitê e demais interessados em mudar o mundo. Na foto o presidente de honra do Comitê, João Lucas Oliveira, o membro do Comitê Pedro Cardoso e a assessora de comunicação do Fonasc.CBH, Suyane Scanssette.

E assim é feito o nosso informativo. Venha ajudar na próxima edição do Correio das Águas
PARA SABER: ASSOREAMENTO A principal causa do assoreamento de rios é a intensificação do processo de sedimentação do solo, ou seja, a remoção dos sedimentos na camada superficial com o seu posterior destino aos cursos d’água graças ao transporte realizado pelo escoamento da água das chuvas. Essa situação é originada ou agravada pelas práticas humanas, principalmente pela remoção da vegetação, que teria como função conter a produção de sedimentos por meio da proteção do solo e também dificultar a locomoção desses em direção aos rios.
VOCÊ SABIA QUE A ÁGUA JÁ CAUSOU GUERRAS? A água já causou muitas guerras. Nos últimos 50 anos, aconteceram 37 disputas violentas por água no mundo. Atualmente, as águas dos rios Tigre e Eufrates são disputadas por três países. A Turquia, que quer construir hidrelétricas, e Síria e Iraque, que temem ter o abastecimento prejudicado. No Brasil também existem tensões. O debate mais recente no PaÍs foi em torno das águas do rio Paraíba do Sul, que nasce em São Paulo, mas abastece a Baixada Fluminense. Eem 2013 foram 93 disputas, a maioria no Nordeste, envolvendo principalmente mineradoras, construção de barragens e açudes, e disputas territoriais entre comunidades pobres e fazendas. Apesar dos conflitos, há muito mais acordos pacíficos – 3.600 deles registrados até hoje.
Precisamos cuidar bem das águas.
RIO JENIPARANA PEDE SOCORRO
Muita sujeira, lixo, forte odor, água escura e um rio que agoniza. Este é o cenário que se encontrou em três trechos do rio Jeniparana, quando os alunos que fazem parte do projeto “Protetores Ambientais em Ação”, do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ), fizeram uma visita de avaliação sobre as condições do rio. “Aqui nesse rio as crianças banhavam, os moradores pescavam peixe, as mulheres lavavam roupas aqui, mas de uns 20 anos para cá tudo mudou. Já moro aqui há quase 40 anos e vejo com tristeza ver o rio cheio de lixo, com essa água escura e esse odor”, disse seu Elias Villar, que mora às margens do Jeniparana, no trecho compreendido na região do Nova Terra.

+ RIO JENIPARANA

As escolas integrantes do Comitê se dividiram e a visita ao rio foi realizada nos seguintes trechos: Nova Terra (Escolas Educando e Casulo), Recanto dos Pássaros (Instituto Betesda e Escola Irmã Maria do Socorro) e Estrada da Mata (Instituto Shalom e Escola Educar). O quatro trecho seria a visita à nascente do rio (Instituto Maanaim e Instituto Nossa Senhora Aparecida), mas ainda requer mais pesquisa para saber o ponto exato para visitação dos estudantes.

AINDA SOBRE O RIO

Como dever de casa, cada criança produziu textos e/ou ilustrações sobre como o rio é e de como seria o rio ideal para todos. Ao final do projeto, tudo fará parte de uma grande exposição. A tarefa agora é que o Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana se articule com a comunidade e os órgãos gestores do meio ambiente para promover ações de limpeza, revitalização, plantio de espécies que fazem parte da mata ciliar e até mesmo a desocupação.
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos dos membros do Comitê Infanto Juvenil da Bacia do Rio Jeniparana durante a visita à APA do Itapiracó.
24 DE JULHO – HOJE É DIA…… do primeiro computador brasileiro Em 1972 é projetado e construído no Brasil o primeiro computador, apelidado de “Patinho Feio”. É colocado em funcionamento na Escola Politécnica da USP. O projeto foi de responsabilidade da equipe do professor Helio Guerra Vieira. Pesava uma tonelada, tinha 450 pastilhas de circuitos integrados e uma memória de 4 kb, que armazenava cerca de 4 mil palavras de 8 bits cada.

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOS Estamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

INFORMATIVO CORREIO DAS ÁGUAS # 1

Correio das Águas Informativo Jovem Mensal sobre Ações do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana para a preservação dos Recursos Hídricos. Ano I – 24 de junho de 2016
# 01
João Lucas do Comitê Jeniparana (E) e Thereza Christina do Fonasc (D)
COMITÊ INFANTO JUVENIL DO RIO JENIPARANA PARTICIPA DO EVENTO DE CBHs EM CODÓ-MA
O Comitê Infanto Juvenil da Bacia do Rio Jeniparana participou do I Fórum Estadual sobre Criação e Fortalecimento dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Maranhão, que aconteceu na quinta (16) e sexta-feira (17), no município de Codó. O evento discutiu vários temas relacionados com a gestão de recursos hídricos e o CIJBHRJ coordenou a oficina “Recursos hídricos e juventude”. Mostrando pra o que veio o jovem João Lucas ,presidente de honra do CIJBHRJ fez a entrega aos membros que dividiam com ele a composição da mesa de abertura do evento uma estilosa eco bag com um cd que continha o clipping de notícias e a retrospectiva do trabalho do Comitê desde 2011.
Na imagem acima, João Lucas compõe a mesa à esquerda e a vice coordenadora nacional do Fonasc.CBH, Thereza Christina Pereira Castro está à direita.
4 ELEMENTOS O CIJBHRJ levou para Codó, a peça Os 4 Elementos. Trata-se de um projeto pedagógico que foi criado com objetivo de levar o público a refletir sobre meio ambiente, consumo, tecnologia, sustentabilidade e bem-estar.
BIBLIOTECA Nós do Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana separamos para você, uma série de vídeos, textos e documentos muito importantes quando o assunto é cuidar dos rios. Acesse aqui
NOSSA VIAGEM Foi exelente! A comitiva contou com 38 pessoas, pais dos alunos, gestores, professores e os alunos. Agradecemos o total apoio do capitão Benjamim da Alema, que nos acompanhou e foi nosso anjo durante toda a viagem.
NASCE O CORREIO DAS ÁGUAS

O CIJBHRJ tem a firme convicção que a informação é que nem água: vital. A comunicação, desde os primórdios, é um instrumento de integração e desenvolvimento entre as pessoas em quaisquer atividades realizadas. A forma de comunicar é a ferramenta mais importante para atingirmos nossos objetivos. Na imagem a vice coordenadora nacional do Fonasc.CBH, Thereza Christina Pereira Castro que esteve à frente da Oficina da Juventude pelas Águas.

E assim surge o Correio das Águas
TAREFAS DO CORREIO DAS ÁGUAS Todos que participaram da oficina terão responsabilidades para produzir o Correio das Águas. Tudo começa com a pauta que nada mais é do que a seleção dos assuntos que serão abordados. Também é atruibuição da pauta, apurar a informação em busca das fontes. A redação é a etapa da produção de textos a partir das informações encontradas. Já a edição é a organização final dos textos, das fotos e de todo material a ser publicado. Nós do Comitê somos resposáveis pelo informativo e com total apoio da Assessoria de Comunicação do Fonasc.CBH.
A CARA DO CORREIO DAS ÁGUAS Uma boa diagramação é fundamental porque ela dá cara ao jornal. Os detalhes como o tipo de letra, as cores e a disposição das fotos também comunicam. O nosso leitor será atraído pela aparência do jornal. O CIJBHRJ espera ter atendido todos estes objetivos e está aberto a sugestões, é claro! Sairá uma vez por mês, sempre no dia 24. Todos que participaram da oficina assumiram o compromisso de enviar cada edição para mais 5 parceiros na 1ª edição, mais 10 na segunga, 15 na terceira e assim sucessivamente.
Precisamos alcançar todos.
PARTICIPAÇÃO EM OFICINA
O Fonasc.cbh sentiu-se extremamente honrado em dividir com o CIJBHRJ a coordenação da oficina “Recursos Hídricos e Juventude” na manhã do dia 17.Com dinâmicas de entrosamento logo foi criado um clima cordial, animado e interessadíssimo em aprender, trocar experiências e debater um tema vital para a humanidade que é a ÁGUA . Das oficinas sairam três importantes encaminhamentos: criação do Correio das Águas (uma vez po mês); proposta da criação do cihbjitapecur (que será levada ao pleno do conselho da juventude de Codó, pelo seu presidente) e a realizações de palestras através da supervisão de gestão participativa da Sema.

+ OFICINA

O grupo bastante representativo contou com a participação de gestores de escolas, representantes da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa , Técnicos da Sema, pais de alunos, conselheiros do Conselho Estadual de Meio Ambinete e do Conerh e dos presidentes do Conselho da Criança e Juventude de Codó e de São João do Soter. A metodologia desenvolvida durante a oficina contou com 03 momentos: apresentação das questões relacionadas com a água no Mundo, no Brasil e no Maranhão,o trabalho e os desafios do CIJBHRJ e a construção de forma coletiva e participativa das propostas a serem consolidadas por aquela plenária.

AINDA OFICINA

A representante da CMA da Alema parabenizou o trabalho do CIJBHRJ dizendo que estava encantada com o que acabara de ver e se colocou à disposição. O supervisor de gestão participativa da Sema, geólogo Daniel da Luz parabenizou a todos os presentes e também se colocou a disposição para colaborar com o debate técnico ministrando palestras. De tudo como afirmou Thereza Christina, do Fonasc.CBH ficou a certeza da importância da participação da juventude nas discussões sobre a politica de recursos hídricos, com o fortalecimento das lideranças jovens do Maranhão, visando uma efetiva e competente atuação tomando como exemplo vivo e possível o CIJBHRJ.
GALERIA DE IMAGENS
Aqui alguns momentos da juventude durante o evento. Palestras, oficinas e muito engajamento dos jovens para preservação dos recursos hídricos.
24 DE JUNHO – HOJE É DIA DE …… São João

SOBRE NÓS

O Comitê Infanto Juvenil da Bacia Hidrográfica do Rio Jeniparana (CIJBHRJ) foi criado visando proteger o meio ambiente e, em especial, restaurar o rio Jeniparana. Somos um grupo de 30 membros com apoio do Fonasc.CBH e de 09 escolas comunitárias da grande São Luís.

.

NOSSOS CONTATOS Estamos na Região Metropolitana de São Luís.
Email: comiteinfantojuvenil@gmail.com www.fonasc-cbh.org.br
(98) 3303-6557 (Assessoria Fonasc) CIJBHRJ – SOMOS NÓS NA MÍDIAVeja o nosso clipping de notícias. O CIJBHRJ já foi destaque em diversas reportagens nos veículos de comunicação. Click aqui e veja 
 

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
Ver este email no navegadorVocê recebeu esse email por causa da sua relação com Fonasc.CBH. Por favor, reconfirme aqui o seu interesse em receber os nossos e-mails, ou, caso não queira mais recebê-los, remova a sua inscrição aqui.
Essa mensagem foi enviada para fonasc.maranhao@yahoo.com.br por contato@fonasc-cbh.org.brcomiteinfantojuvenil@gmail.com Remover Inscrição de todas as listas de envio Remover Inscrição | Ver inscrição | Reencaminhar Email | Relatar Abuso

 

blogs

Vídeo

RECENTES