“A DESTRUIÇÃO DA FLORESTA É UMA AMEAÇA NÃO APENAS AO BIOMA, AO MARANHÃO, MAS À VIDA E AO FUTURO DE TODOS NÓS.”, DIZ THEREZA CHRISTINA

“A DESTRUIÇÃO DA FLORESTA É UMA AMEAÇA NÃO APENAS AO BIOMA, AO MARANHÃO, MAS À VIDA E AO FUTURO DE TODOS NÓS.”, DIZ THEREZA CHRISTINA

Texto: Ascom FONASC

Data: 15/01/2021

Matéria sobre desmatamento do Cerrado no Maranhão. Imagem: Divulgação/O Imparcial

 

Em matéria publicada pela jornalista Patrícia Cunha nesta terça-feira (12) em sua versão eletrônica, o jornal O Imparcial traz com exclusividade dados alarmantes sobre o desmatamento do Cerrado e as consequências ambientais.

Entre os entrevistados está a vice coordenadora nacional do FONASC-CBH, Thereza Christina, que alerta sobre os riscos socioambientais decorrente do desmatamento. “…exploração deste potencial hídrico por meio de usinas hidroelétricas tem causado sérios impactos socioambientais. Dentre estes, podemos destacar: perda de biodiversidade, assoreamento, modificação da paisagem, com alagamento de antigas áreas agrícolas e desmatamento.”, destaca.

O Maranhão foi o Estado que apresentou maior área de desmatamento. “O cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, com área que se estende por pouco mais de dois milhões de quilômetros quadrados, ocupando 22% do território brasileiro…”, explica a matéria. “O Cerrado é responsável pela produção de 40% da água no Brasil e abriga as nascentes das três maiores bacias hidrográficas da América do Sul — Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata.”, pontua a reportagem.

Veja reportagem na íntegra aqui.

blogs

Vídeo

RECENTES