COMITÊ INFANTO JUVENIL DO RIO JENIPARANA (CIJBHRJ) APRESENTA CARTA COMPROMISSO AO CANDIDATO A PREFEITO DE SÃO LUÍS EDUARDO BRAIDE

 

A gestora do Instituto Santa Luzia, Profa. Clenilde Castro, convidou o Comitê Infanto Juvenil do Rio Jeniparana (CIJBHRJ), através da presidente Ananda Regina Castro e os demais membros, além do FONASC.CBH, representado pela vice-coordenadora Thereza Christina, para uma reunião na última quinta feira (17), com o candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos) para discutir questões voltadas à juventude, meio ambiente e a preservação das águas na ilha de São Luís. O encontro ocorreu no Instituto Santa Luzia, no bairro da Cidade Olímpica.

Na ocasião, também estavam presentes professores, moradores da comunidade, pais de alunos, diretores e gestoras das escolas parceiras do CIJBHRJ, tais como: Aparecida Medeiros (Instituto Educacional N. Sra. Aparecida), Ozelina Silva Sousa (Instituto Maranhense Educandário Betesda), Neuza Ribeiro (Instituto Educacional Manaim) e Leal Gorita Pinheiro Dias (Instituto Educacional Assistencial Coroadinho) para debater propostas da educação e outras demandas relacionadas à dinâmica do município.

Logo no início da solenidade, a gestora Clenilde Castro apresentou a presidente do CIJBHRJ , Ananda Castro, que por sua vez convidou o candidato Eduardo Braide a assinar uma Carta Compromisso que estabelece “…a mobilização e a participação social para efetivar a gestão integrada, descentralizada, participativa e democrática das águas, estimulando o protagonismo juvenil e promovendo a formação e a capacitação de novas crianças e jovens”.

Ainda segundo a Carta, foram estipuladas as propostas assumidas pelo candidato, entre as mais importantes: formações técnicas de jovens gestores, ações em escolas, implementação de políticas municipais de saneamento básico e incentivar e apoiar mutirões e grupos de limpeza de rios e praias.

O candidato ressaltou seu compromisso com a juventude e com o Comitê. “Sobre a revitalização dos rios, a boa notícia é que nós temos recursos do Governo Federal para fazer a revitalização dos rios, o que está faltando são projetos. O que faremos é a elaboração de projetos ou então aproveitar projetos já existentes para que consigamos os recursos necessários para melhorar os nossos rios, mas do saneamento básico, pois quanto mais rede esgoto tiver em São Luís, menos problemas de poluição dos rios teremos”, enfatizou.

 

Diálogo com o FONASC.CBH

A vice-coordenadora do FONASC.CBH, Thereza Christina, em sua fala destacou a parceria com as escolas comunitárias, o apoio e compromisso da juventude com a causa ambiental. “Nós temos que dar voz a eles [a juventude], pois são eles que vão pensar São Luís, serão os futuros gestores.”, disse.  Em sua exposição, Thereza Christina explica o fato de que crianças expostas ao esgoto aprendem 18% menos, em função das faltas às aulas, por ficarem doentes.

Ela ainda ressaltou a intenção do FONASC.CBH em dialogar de forma mais próxima com o candidato a prefeito. “Nos colocamos a sua disposição e prontos para estarmos mais próximos e caminharmos juntos, boa sorte ao senhor, somos merecedores de um gestor com sua estatura e desejamos que tudo dê certo e que tenhamos um gestor que possamos trabalhar juntos”, afirma.

Por sua vez, Braide parabenizou os trabalhos do FONASC.CBH e contou sobre os desafios vividos na Câmara dos Deputados sendo relator do projeto “Cidades Inteligentes”, aproveitando as melhores ideias de gestão de outros estados sustentada em três pilares: humanização, acessibilidade e sustentabilidade. “A cidade que não é sustentável. Não é inteligente e a sustentabilidade passa exatamente da gente ter equilíbrio entre desenvolvimento econômico da cidade e respeito ao meio ambiente. E é essa a tarefa e missão que teremos em São Luís”, explicou.

 

Novo Marco do Saneamento

Durante o diálogo, Braide foi perguntado sobre o Novo Marco Legal do Saneamento Básico. A legislação sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro em 15 de julho, tem como objetivo gerar competitividade e sustentabilidade, atraindo investimentos para universalizar e qualificar prestação de serviços.

A meta de universalização do Governo Federal vai até 2033. A legislação também garante a revitalização das bacias hidrográficas, conservação do meio ambiente e preservação da água, consequentemente, a qualidade nos serviços prestados e mais saúde para a população, gerando empregos e aumento da economia.

“A questão do Novo Marco permitiu e vai permitir a partir do ano que vem que empresas privadas possam investir no saneamento básico. Qual o cuidado que eu tive? Essa foi uma votação feita em diversas etapas, então teve a votação que autorizou o Marco e outra que permitia que a conta de água e esgoto aumentasse muito, essa parte eu votei contra, pois não adianta melhorar a qualidade de água e elevar o preço. É preciso ter um equilíbrio. Mas o Novo Marco em si é bom, vai trazer a perspectiva de que se um lado tem a Caema trabalhando, de outro tem empresas trabalhando, isso vai fazer com que nossa rede de abastecimento de água possa acontecer mais rápida, pois a cada obra é mais vaga de trabalho.”, respondeu o candidato.

Confira a íntegra da carta compromisso clicando aqui.

blogs

Vídeo

RECENTES