FONASC.CBH – NA BACIA DO RIO PARAOPEBA ENCAMINHA PEDIDO DE PROVIDENCIAS NO PARQUE ESTADUAL DE ROLA MOÇA POR MEIO DE OFÍCIOS AO MINISTRO DO TURISMO E AO SECRETÁRIO DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE

O Coordenador Nacional do Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (FONASC. CBH), João Clímaco, assinou Carta juntamente com os representantes do Conselho do Parque Estadual de Serra de Rola Moça endereçada ao Ministro do Turismo e ao Secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais.

O Diretor Geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Antônio Malard, por meio de um ofício encaminhado ao Secretário de Estado do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Sustentável de Belo Horizonte – Minas Gerais, solicitou que o Parque Estadual da Serra do Rola Moça, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, necessita de mudanças e melhorias para que possa continuar recebendo visitantes e também para oferecer um ambiente onde possa circular com mais segurança.

No ofício, o diretor do IEF, pedi algumas medidas como aumento da vigilância por meio da Ronda Armada, instalação de mais câmeras funcionado em pontos estratégicos e 24h por dia, implantação de sinalização, entre outras.

Com estas adaptações, o Parque deseja solucionar algumas adversidades, como:

  • Toda semana animais domésticos são abandonados no interior e nas portarias do Parque;
  • Aumento dos riscos de incêndios florestais por conta alto índice de trânsito de pessoas;
  • Imediações do Parque também já ocorreu crimes violentos como assaltos, assassinatos e estupros.

 

VEJA MAIS NO DOCUMENTO ANEXADO: Ofício Secretário Meio Ambiente 2020

 

OFÍCIO 2

Outro ofício, desta vez foi encaminhado ao Ministro do Turismo, para que o Parque Estadual da Rola Moça seja incluído no acordo firmado entre o governo Brasileiro e a Companhia Vale do Rio Doce, no qual a empresa se compromete por três anos a destinar uma quantia de R$ 150 milhões. Dinheiro referente as multas aplicadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) em detrimento do desastre da Mina de Córrego do Feijão, em sete parques nacionais em Minas Gerais.

A justificativa deste pedido é enfatizada pelos seguintes motivos:

  • O parque se encontra localizado na área de influência direta do empreendimento da empresa, onde ocorreu o desastre;
  • Também é nesta área que está situada o local chamado de “Zona de Amortecimento”.

Além destas questões citadas, o parque também tem seu papel fundamental na preservação de mananciais de água que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Parque Estadual da Serra de Rola Moça, também é um local de passeio e lazer que abrange os municípios Belo Horizonte, Ibirité, Brumadinho e Nova Lima. O local de preservação faz parte do programa PARC – Programa de Concessão de Unidades de Conservação Estaduais.

 

VEJA MAIS NO DOCUMENTO ANEXADO: Ofício Álvaro Antônio 2020

 

blogs

Vídeo

RECENTES