REUNIÃO VIRTUAL DO COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA DOS AFLUENTES DA MARGEM ESQUERDA DO RIO CUIABÁ – MT

Na última sexta-feira (29), respeitando a necessidade de isolamento social, foi realizado pelo Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Cuiabá, uma reunião virtual para discutir a qualidade da água dos córregos da capital.

Entre os principais cursos d’água de responsabilidade do Comitê estão: Ribeirão dois Córregos, Rio Bandeira, Ribeirão do Lipa, Mané Pinto, Prainha, Gambá, Barbado, Coxipó, São Gonçalo, Córrego Escuro e Rio Aricá Açu. Além do CBH Cuiabá, existem outros nove Comitês em atividade no estado. Além das questões hídricas, o encontro discutiu a aprovação do plano de trabalho de 2020 e o repasse de informes gerais.

Somando com o debate, a reunião contou com a participação do analista da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), Walter Corrêa, que apresentou sua pesquisa sobre a qualidade da água nas bacias urbanas, e também da mestre em Química, Carolina Simonato, que abriu diálogo sobre os córregos da capital mato-grossense.

Segundo a presidente do Comitê, Professora Eliana Beatriz Lima, a apresentação dos resultados das pesquisas vão colaborar para a identificação dos pontos de fragilidade nas bacias urbanas. “A apresentação do engenheiro Walter é de extremo interesse do Comitê, pois o CBH precisa propor alternativas para revisão e enquadramento transitório, com essa apresentação é possível que o Comitê tenha subsídio para fazer uma proposição de mudança”, afirmou Eliana.

Ainda dentro das pautas da reunião, os membros discutiram a atuação das câmaras técnicas do CBH, que é formada por alguns membros do Comitê, dentre eles Luciana Ferraz e Lediane Benedita representantes da sociedade civil pelo Fonasc.CBH, discutiram questões e melhorias nas ações do coletivo; e também práticas que visam à conversação das águas do rio Cuiabá, o Comitê pretende ainda constituir um Plano de Bacia que direcione as atividades do CBH durante todo o ano.

“Para 2020 nós protocolamos junto ao Ministério Público do Estado (MPE-MT) nossa proposta de elaboração do Plano de Bacia, com isso buscamos recursos para realizar esse plano. Então isso vai ser um diferencial na vida do Comitê, pois vai dar condições para a gente enxergar quais bacias temos, quais são os nossos problemas e o que precisamos fazer”, concluiu a presidente.

 

 

blogs

Vídeo

RECENTES