MG -FONASC.CBH PARTICIPA DA 38ª REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CBH-DOCE E QUESTIONA A APROVAÇÃO DE TERMOS DE REFERENCIA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS INSUFICIENTES E POUCO CLARO NAS SUAS DIRETRIZES.

FONASC.CBH PARTICIPA DA 38ª REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CBH-DOCE

Texto: Ascom Fonasc.CBH
Data:16/04/2019

O coordenador nacional do Fonasc.CBH, João Clímaco participou nesta terça-feira, dia 16, da 38º Reunião Extraordinária do Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Doce, no  Auditório da Prefeitura Municipal de Governador Valadares – MG.

Na pauta da reunião, um dos itens que o Fonasc.CBH acompanhou foi quanto a  Análise e deliberação sobre o Termo de Referência para a revisão do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce e elaboração da proposta de enquadramento, BEM COMO A APROVAÇÃO DO Termo de Referencia para contratação de empresa que atuará na política de comunicação  .NESTE ÚLTIMO DE NADA VALERAM NOSSOS PROTESTOS PARA QUE NÃO SE APROVASSE a deliberação do Termo de Referência para contratação de empresa especializada em assessoria de comunicação e imprensa para atendimento aos CBHs com atuação na Bacia Hidrográfica do Rio Doce, pois na proposta disponibilizada do TR , identificamos  AUSÊNCIA DE DIRETRIZES CLARAS  E DE REFERENCIAS NO SEU ESBOÇO. Como podemos aprovar um Termo de Referencia sem referencias?

Na aprovação da proposta do TR para contratação de empresa de consultoria para atualização do plano, nem de longe , foram observadas todas as colocações o pontos cruciais que haveria de ser considerado nessa proposta, pressagiando uma grande mobilização para que paro TR do PLano de BaCIA seja suficientemente esclarecido À POPULAÇÃO quanto a obediência dos princípios da garantia dos usos múltiplos e soberania da água como bem publico. O TR ainda não contempla vários pontos levantados pelo FONASC NAS REUNIÕES ANTERIORES.  VEJA EM  http://fonasc-cbh.org.br/?p=20525o

Foi criado também por iniciativa do FONASC ENCAMINHAMENTOS PARA VIABILIZAÇÃO DE AÇÕES ESPECIFICAS DO CBH EM RELAÇÃO AO ´PROBLEMA DAS BARRAGENS DANDO TRAMITAÇÃO A PROPOSTA DO FONASC DE CRIAÇÃO DE UM GT NESSE SENTIDO NO AMBITO DO CBH.

lém destes itens que deram bastante  que falar, dentre eles, a postura inapropriada do representante da FIEMG  que tentou desqualificar a atuação do FONASC no  CBH DOCE insinuando que não aceitará a atuAÇÃO DO FONASC nos moldes do CERH MG COPAM . A reunião seguiu discutindo como item de pauta a  Análise e deliberação sobre a proposta de convergência entre o mapa de vulnerabilidade e Nota Técnica CBH Doce/IBIO nº 01/2017, com o estudo de priorização de áreas para a restauração florestal de 40.000ha (Cláusula 161 do TTAC); ale  a

Acesse os documentos da reunião abaixo

Parecer Técnico da CTGEC nº 01-2019

Parecer Técnico da CTIL nº 02-2019 – Proposta Nascentes

Parecer Técnico da CTIL nº 01-2019 – TDR Comunicação

Parecer Técnico da CTCI nº 01-2019

Parecer Técnico – Reunião Conjunta CTI e CTIL

http://fonasc-cbh.org.br/wp-content/uploads/Apresentação-IBIO-Plenária-CBH-Doce-16-04-20191.pdf

blogs

Vídeo

RECENTES