FONASC MG – DIVULGA ARTIGO “CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INDÚSTRIA EM MG’.

 

CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INDÚSTRIA

Resultado de imagem para plantas industriais antigas

A FIEMG soltou uns vídeos recentes pra promover um caldo de terrorismo econômico em Minas Gerais, devido aos impactos nas atividades da mineração por conta da incompetência e irresponsabilidade da própria entidade, das mineradoras e do Estado na gestão e sanção ao modelo vigente de mineração e barragens.

No governo Anastasia, a FIEMG/SENAI ganharam de bandeja o CETEC. O SENAI/CETEC jogou um monte de equipamentos fora, desativou áreas de pesquisa, e com a ajuda do governo estadual, ENCOSTOU algumas dezenas de pessoas qualificadas e pós-graduadas.

Nestes anos sob gestao do Senai não vemos projetos de pesquisa da entidade nos relatórios da FAPEMIG e outros órgaos de fomento.

Está escancarado o corte de verbas da FAPEMIG que, se já vinha mal com Pimentel, degringolou com Zema.

Não vimos a FIEMG se pronunciar sobre esta situaçao.

Li outro dia que a CSN pretende substituir todo seu processo de mineração a úmido por mineração a seco até o final deste ano. Para tanto está comprando equipamentos italianos.

As porcarias das mineradoras de Minas nunca investiram seriamente em pesquisa. E não criaram/demandaram condições para gerar tecnologias e patentes que fixassem recursos por aqui. Um professor da Escola de Engenharia comentou em um seminário do Cedeplar da dificuldade de conseguir apoio da própria Fapemig, nos últimos anos, para fazer reaproveitamento de rejeitos.

ZEMA nomeou dois prepostos da mineração e siderurgia no 1° escalão da secretaria de Desenvolvimento Econômico, CIÊNCIA e TECNOLOGIA .

É tão ou mais vesgo que Aécio, Anastasia e Pimentel, que se valeram de nomes como Nárcio Rodrigues e Miguel Correa para liderarem um assunto de que nada entendem.

E hoje leio a notícia de ontem do Estadão sobre a estagnação e queda da indústria brasileira. O país registrou em 2018, uma participação da indústria nas atividades econômicas de 11,3%. É o pior resultado desde 1949 (sic)!

Alguns setores sofreram queda devido à recessão na vizinha Argentina, o que demonstra que precisamos de um Mercosul forte e mais integrado, ao contrário do que pensam alguns ideólogos da extrema-direita.

Leio na matéria do Estadão que, segundo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), “a falta de mecanismos de financiamento, os gargalos na infraestrutura, o sistema tributário complexo e um APOIO INEFICIENTE À CIÊNCIA E TECNOLOGIA têm comprometido a produtividade industrial” no país.

“Os países continuam avançando na indústria mais sofisticada, o Brasil não” – registra um economista do IEDI.

Ah, dizem por aí que mineração é “indústria”.

Por Gustavo T Gazzinelli  – Rep. Fonasc no cbh SF1- Nascente Rio S. Francisco

Resultado de imagem para plantas industriais antigas

blogs

Vídeo

RECENTES