FONASC.CBH LAMENTA A FUSÃO DO MEIO AMBIENTE E AGRICULTURA ANUNCIADA PELO GOVERNO BOLSONARISTA

FONASC.CBH LAMENTA A FUSÃO DO MEIO AMBIENTE E AGRICULTURA ANUNCIADA PELO GOVERNO BOLSONARISTA

Ministério do Meio Ambiente

Ministério do Meio Ambiente

Texto: Ascom Fonasc.CBH
Data: 31/10/2018

Em notícia divulgada pela imprensa, a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 30, a fusão dos Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, que a partir de 1º de janeiro será um único Ministério. “O presidente não recuou em nada. Assim como já tem experiência de alguns anos, no estado do Mato Grosso do Sul e tem em outros lugares do mundo, Agricultura e Meio Ambiente de mãos dadas. É isso. Um ministério só”, declarou Onyx Lorenzoni, futuro ministro-chefe da Casa Civil.

Este anúncio não surpreendeu aos ativistas e militantes da causa ambiental, uma vez que a fusão já estava desenhada no plano de governo de Bolsonaro, que além disso deixou as ameaças expostas durante a sua campanha eleitoral como o enfraquecimento dos órgãos como ICMbio e o Ibama, da não demarcação de um centímetro a mais de terras indígenas e a de reduzir a pó todo tipo de ativismo.

Nós, do Fonasc.CBH, lamentamos que o governo eleito tenha total desprezo pelo patrimônio ambiental do Brasil, tomando uma medida unilateral que assim dá início do desmonte da gestão ambiental no País.

Ainda na agenda de poder, o presidente eleito ainda deve acenar positivamente para pautas prioritárias da bancada ruralista: aprovação do enfraquecimento do licenciamento ambiental e o fim das demarcações de terras indígenas. Ainda há também um projeto de lei que visa enquadrar organizações e movimentos da sociedade civil, classificando-as como terroristas.

Lamentamos profundamente que tais medidas e caminhos a serem tomados por Bolsonaro e sua equipe de governo levam o Brasil a um patamar de atraso e do ridículo no cenário internacional.

 

blogs

Vídeo

RECENTES